Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Covid: São Bernardo anuncia toque de recolher e suspende volta às aulas

Cidadãos não poderão circular na cidade entre 22h e 5h a partir do próximo sábado (27)

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 22 fev 2021, 16h43 - Publicado em 22 fev 2021, 16h41

A cidade de São Bernardo do Campo terá toque de recolher entre 22h e 5h já a partir deste sábado (27) por causa do aumento do número de mortes por Covid-19. O anúncio foi feita nesta segunda-feira (22) pela prefeitura.

O retorno às aulas presenciais, que aconteceria no dia 1º de março, também foi adiado pela administração municipal. “A decisão se baseou no aumento da ocupação dos leitos de UTI na rede municipal, além do avanço da média móvel de óbitos”, diz em nota.

A prefeitura de Campinas também anunciou nesta segunda (22) que a cidade entrará na Fase Vermelha a partir de amanhã entre 21h e 5h. A cidade está com 100% de ocupação dos leitos de UTI Covid e os pacientes precisam aguardar na fila para serem transferidos.

Leia o comunicado

“A Prefeitura de São Bernardo comunica que, por decisão do Comitê de Combate ao Coronavírus, está suspenso o retorno das aulas presenciais na rede pública de ensino (municipal e estadual), antes previsto para o próximo dia 1º de março. A decisão se baseou no aumento da ocupação dos leitos de UTI na rede municipal, além do avanço da média móvel de óbitos. A nova previsão de retorno é dia 15 de março. Com a decisão, também ficam suspensas as reuniões com pais e entrega de materiais e uniformes escolares que seriam realizadas nesta semana. As aulas da rede particular de ensino também estarão suspensas a partir do dia 1º de março. Como medida emergencial para contenção do avanço da doença, haverá toque de recolher na cidade entre as 22h e às 5h, a partir deste sábado (27/02).”

  • Continua após a publicidade
    Publicidade