Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Prefeitura interrompe temporariamente vacinação por drive-thru

A aplicação dos imunizantes contra a Covid-19 continuará nas UBSs; esquema com veículos deve retornar quando chegarem as doses para próxima faixa etária

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 30 mar 2021, 11h28 - Publicado em 30 mar 2021, 11h25

A prefeitura de São Paulo fechará temporariamente os postos de drive-thru usados para a vacinação contra a Covid-19. O anúncio foi feito na segunda-feira (29) e irá valer a partir desta terça-feira (30).

As Unidades Básicas de Saúde (UBS) prosseguirão com aplicação de vacinas, assim como os Serviços de Assistência Especializada (SAE) e os centros-escolas. 

A prefeitura explica que a suspensão temporária do drive thru acontece porque até esta segunda-feira (29) 83% do grupo prioritário de pessoas entre 69 e 71 anos já foram vacinadas. Assim que as doses disponibilizadas para a próxima faixa etária, com idosos a partir de 68 anos, forem disponibilizadas, esses pontos serão reabertos.  

Na última semana, a capital também interrompeu o esquema de drive thru por ter alcançado 84% de idosos entre 72 e 74 anos vacinados e manteve abertos outros pontos de vacinação, como as UBSs. 

Pré-cadastro no “Vacina Já”

O pré-cadastro, não obrigatório, no site “Vacina Já” (vacinaja.sp.gov.br) ajuda a evitar aglomerações e economiza tempo de atendimento para imunização: de 10 minutos, o tempo cai para cerca de 1 a 3 minutos para quem preencheu o formulário. A ferramenta ajuda a agilizar o atendimento e a evitar aglomerações. 

Continua após a publicidade

Capital vacinada até outubro

O secretário municipal de saúde, Edson Aparecido, afirmou durante entrevista nesta sexta-feira (26) que, caso não ocorram imprevistos na distribuição de imunizantes, toda a população da cidade de São Paulo elegível para se vacinar contra a Covid-19 deve receber doses até outubro deste ano.

“Acreditamos que, se tudo isso evoluir [distribuição de vacinas], a gente consegue toda a população da cidade de São Paulo, até outubro, no mais tardar”, afirmou durante coletiva para a TV Globo e a CNN Brasil.

Durante a entrevista Edson afirmou também que caso o cronograma siga avançando como ocorreu até o momento, toda a população com idade até 60 anos deve ser imunizada até o fim de abril. O vice-governador Rodrigo Garcia divulgou nesta sexta que a vacinação de idosos com 68 anos contra a Covid-19 começa no dia 5 de abril.

No momento quem está recebendo vacinas são os idosos entre 69 e 71 anos de idade: de acordo com a gestão municipal, são 245 300 pessoas nessa faixa etária.

+Assine a Vejinha a partir de 6,90.

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade