Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Pfizer deve produzir 4 bilhões de doses de vacina contra Covid-19 em 2022

Produção deverá ser voltada para principalmente para países de renda média e baixa

Por Redação VEJA São Paulo 8 Maio 2021, 10h34

A Pfizer e sua parceira alemã BioNTech solicitaram aprovação completa do governo dos EUA para sua vacina contra Covid-19 e têm como meta a produção de 4 bilhões de doses da vacina em 2022, principalmente para países de renda média e baixa.

A aprovação total da vacina, que foi autorizada em caráter emergencial, pode ajudar a aliviar a hesitação sobre a aplicação do imunizante nos Estados Unidos e em outros países ricos.

A Pfizer também apontou previsões de fabricação mais altas como evidência de sua capacidade e intenção de atender aos países mais pobres que receberam muito pouco de sua vacina até agora.

Em uma carta enviada aos funcionários da Pfizer e postada publicamente, o presidente-executivo Albert Bourla disse que a empresa já tem acordos ou está em negociações com países para fornecer 2,7 bilhões de doses este ano, das quais 40% devem ir para nações de renda média e baixa.

A balança deve inclinar-se a favor dos países menos ricos durante o segundo semestre deste ano, e a Pfizer espera produzir 3 bilhões de doses em 2021.

(Com informações da Agência Brasil)

Continua após a publicidade
Publicidade