Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Fila de testes para coronavírus zerou, diz diretor do Instituto Butantan

No início do mês, cerca de 17 000 amostras aguardavam o resultado de um diagnóstico

Por Redação VEJA São Paulo 22 abr 2020, 15h24

Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan, afirmou durante coletiva de imprensa do governo de São Paulo nesta quarta-feira (22) que a fila para a espera de resultados de testes de coronavírus zerou no estado na terça (21).

“No dia 4 passado a gente tinha em torno de 17 000 exames aguardando a realização”, afirma o médico. “Nós imediatamente organizamos 38 laboratórios, sendo que doze deles operam com capacidade máxima. Desses 17 000, zeramos ontem..

Assine a Vejinha a partir de 6,90 mensais.

“No dia 9 tínhamos 11 000 testes feitos. Hoje temos 35 600 testes feitos”, contou Covas. Ele explicou que os exames são processados pela plataforma de laboratórios para diagnóstico de Covid-19, que é coordenada pelo Instituto Butatan. Entre os 38 laboratórios mencionados, encontram-se instituições universitárias, públicas e privadas.

O diretor afirmou também que cerca de 8% dos testes que chegam para os laboratórios são descartados por serem considerados inconsistentes: falhas no momento da coleta do material ou contaminação durante o armazenamento impedem a realização de um diagnóstico.

+ OUÇA O PODCAST #SPsonha

Continua após a publicidade

Publicidade