Clique e assine por apenas 6,90/mês

Vídeo: Paciente tem alta após Covid-19 e é aplaudido em hospital

Veja momento emocionante quando homem de 41 anos deixa unidade hospitalar em Ribeirão Preto

Por Guilherme Queiroz e Pedro Carvalho - Atualizado em 2 Apr 2020, 19h48 - Publicado em 2 Apr 2020, 19h30

Eric Consoli de 41 anos foi internado no Hospital São Lucas Ribeirânia, em Ribeirão Preto, no dia 24 de março. Ele deu entrada com síndrome respiratória aguda e o quadro era grave. O homem foi encaminhado para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da instituição.

Foi testado para a Covid-19 no mesmo dia da internação e o resultado saiu dois dias depois: Consoli contraiu a doença pandêmica, que atualmente, atinge outros 7 909 brasileiros, segundo o último balanço divulgado pelo Ministério da Saúde nesta quinta-feira (1º). Foram nove dias de luta no hospital, sete deles na UTI.

Nesta quinta-feira (2), a boa notícia: Consoli foi liberado. Ele foi o quarto do hospital que voltou para casa após ser internado pela doença, e tinha o quadro mais grave. Na hora da liberação, por volta das 12h, uma surpresa: a equipe aplaudiu o paciente enquanto ele passava de cadeira de rodas por um dos corredores do hospital. O vídeo do momento foi compartilhado incessantemente no WhatsApp.

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

Eric Consoli, de 41 anos, que contraiu a Covid-19 e ficou sete dias na UTI, recebe alta e é aplaudido por funcionários do hospital. O momento emocionante aconteceu no Hospital São Lucas Ribeirânia, em Ribeirão Preto. Lá no nosso site tem mais detalhes dessa história! . Assine a #vejinha por R$ 14,90 em assineabril.com.br/assinevesp. . #vejasp #quarentena

A post shared by VEJA SÃO PAULO (@vejasp) on

“Obrigado todos vocês pelo carinho e atenção”, diz Consoli no vídeo, emocionado. “Levou a uma comoção”, diz a médica Paula Righi, uma das funcionárias responsáveis pelo tratamento do engenheiro, e que também derramou algumas lágrimas no vídeo.

Continua após a publicidade

“Essa gravação foi hoje. Fiquei até assustada [com a repercussão]”, diz a médica à Vejinha. “Ele felizmente não precisou de ventilação mecânica, mas demandava muita atenção”, explica ela. O paciente foi para casa e continuará em isolamento domiciliar pelos próximos dias: apesar da recuperação, ele ainda pode transmitir o vírus.

“Eu acho que isso viralizou por trazer esperança pra todo mundo. A gente vive um momento de medo e incerteza. Isso motiva as pessoas e dá força pra gente que está na linha de frente pra seguir também”, afirma Paula.

O estado de São Paulo conta com 3 506 casos confirmados para a Covid-19 e 208 óbitos. Ribeirão Preto, segundo o boletim divulgado pelo governo estadual na quarta (1º) conta com 54 casos e uma morte.

 

Publicidade