Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Covid-19: Reino Unido suspende voos do Brasil

Outros países também estão na lista do governo, que adotou a medida após surgimento de nova cepa da doença

Por Redação VEJA São Paulo 14 jan 2021, 21h02

O governo britânico divulgou nesta quinta-feira (14) uma lista que restringe a entrada de estrangeiros de diversos países nas fronteiras do Reino Unido, como o Brasil. A medida, que passa a valer a partir de sexta (15) ocorre após a identificação de uma nova cepa da Covid-19 no Brasil.

Além do país, outras quinze nações estão na lista de restrições do governo. “Tomei a decisão após a evidência de uma variante [do coronavírus] no Brasil“, escreveu pelo Twitter Grant Shapps, secretário de transportes britânico.

Confira os países proibidos: Argentina; Brasil; Bolívia; Cabo Verde; Chile; Colômbia; Equador; Guiana; Guiana Francesa; Panamá; Paraguai; Peru; Portugal; Suriname; Uruguai; Venezuela.

De acordo Shapps, viajantes de Portugal foram suspensos por conta do grande fluxo de passageiros entre os países, mas passageiros portugueses que transportem bens essenciais estão isentos.

Os cidadãos britânicos e irlandeses que retornarem dos países acima devem ficar isolados por 10 dias. O país restringiu também viagens provenientes da África do Sul após a identificação de outra variante local da doença.

NOVA CEPA

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) apontou em pesquisas em uma nova variante da doença com origem no estado do Amazonas. Os cientistas suspeitam que a nova linhagem possa ser mais infecciosa, por mutações em proteínas do vírus.

Continua após a publicidade
Publicidade