Continua após publicidade

Buscopan Composto gotas é recolhido e deixa de ser produzido

Segundo a empresa, foi uma decisão "voluntária e preventiva", e o medicamento que estava em circulação não oferece riscos à saúde do paciente

Por Estadão Conteúdo
7 ago 2017, 14h24

O medicamento Buscopan Composto gotas, indicado para cólicas intestinais, menstruais e urinárias, foi recolhido do mercado e sua fabricação foi suspensa por decisão de seu fabricante, a farmacêutica Boehringer Ingelheim do Brasil.

A Boehringer Ingelheim informou que a medida foi tomada devido a “resultados fora de especificação, identificados durante estudo de estabilidade”. Afirmou ainda que o procedimento foi voluntário e preventivo, e que o remédio que estava em circulação não oferece risco à saúde do paciente.

Segundo a companhia, o Buscopan começou a ser retirado de circulação em junho deste ano e o processo será temporário.

 

Além do Brasil, Argentina, Chile, Uruguai, Venezuela e Paraguai também interromperam a produção do remédio.

A Boehringer Ingelheim do Brasil disse que já comunicou a descontinuação da produção do medicamento à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e informou que os demais produtos na linha Buscopan permanecem disponíveis para os consumidores.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.