Clique e assine por apenas 5,90/mês

Três regiões de SP têm aumento de mortes por Covid-19

Barretos teve alta de 457% durante a semana, mas revisão das fases em cada área passou a ser mensal, o que impede regressão

Por Redação VEJA São Paulo - 18 set 2020, 19h00

No estado de São Paulo, três regiões tiveram piora no número de mortes por Covid-19 nesta semana: alta de 15% em Franca, 68% em Araraquara e, em Barretos, 457%. Essas cidades não voltarão para a Fase Laranja (fase mais rígida que a atual) por conta de uma atualização nas regras do Plano São Paulo, o sistema de flexibilização da quarentena.

+Assine a Vejinha a partir de 6,90 

Desde a última sexta-feira (11), o plano passou a ser revisado mensalmente. A regra anterior previa revisões por semana (em caso de piora) ou a cada duas semanas (em caso de evolução).

O governador João Doria (PSDB) disse nesta sexta-feira (18) que as mudanças extraordinárias serão feitas em casos “muito específicos, de emergência” e que este não é o caso das três áreas que tiveram piora nesta semana.

“Nós já havíamos anunciado no início desta semana que a reavaliação do Plano SP passaria a ser mensal, e não mais quinzenal. O que não nos desobriga de manter a atenção e, em casos muito específicos, de emergência, fazer análises e mudanças quão rápido necessário. Não é o caso ainda”, disse.

Segundo José Medina, coordenador do centro de contingência contra Covid-19 em São Paulo, essa “mudança extraordinária” só vai ocorrer caso os indicadores mostrem que a região deva voltar direto para fase vermelha da quarentena. “A qualquer momento essa reclassificação pode ocorrer, pra fase vermelha, ela é analisada durante a semana e a decisão é tomada sexta-feira. Nesta sexta-feira, hoje, não tem nenhuma região que foi reclassificada pra fase vermelha”, afirmou Medina.

Continua após a publicidade
Publicidade