Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Anvisa autoriza início dos testes em humanos da ButanVac

Butantan possui 7 milhões de doses estocadas do imunizante

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 9 jun 2021, 19h31 - Publicado em 9 jun 2021, 19h30

O Instituto Butantan obteve nesta quarta-feira (9) a autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para iniciar os testes em humanos da vacina ButanVac.

De acordo com o órgão regulador, no entanto, a instituição deve ainda apresentar informações complementares sobre os testes em andamento para iniciar a vacinação nos voluntários. “Esta será a primeira vez que a ButanVac será aplicada em humanos e por isso serão conduzidas as fases clínicas 1 e 2”, diz a Anvisa.

A primeira etapa da pesquisa vai envolver 400 voluntários. Ao todo, as fases 1 e 2 devem envolver cerca de 6 000 participantes com 18 anos ou mais. Os intervalos de aplicação entre a primeira e a segunda dose serão de 28 dias e o estudo ocorrerá no Hospital das Clínicas da USP e no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Pelas redes sociais, o governador João Doria (PSDB) comemorou a notícia. “A Anvisa acaba de autorizar os testes clínicos com a ButanVac, que não depende de insumos de outros países para sua produção. O Instituto Butantan já tem 7 milhões de doses prontas da ButanVac. Grande notícia. Obrigado Anvisa!”, escreveu o tucano.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade