Kozaka (Desde 1988)

Tipos de Restaurantes: Japoneses
VejaSP
starsstarsstarsstarsstars
Endereço: Avenida Imperatriz Leopoldina, 1695 - Vila Leopoldina - São Paulo - SP ver no mapa
Telefone: (11) 38320884
Horário:
segunda-feira
11:30 - 14:15 - 18:30 - 22:00
terça-feira
11:30 - 14:15 - 18:30 - 22:00
quarta-feira
11:30 - 14:15 - 18:30 - 22:00
quinta-feira
11:30 - 14:15 - 18:30 - 22:00
sexta-feira
11:30 - 14:15 - 18:30 - 22:30
sábado
12:00 - 14:30 - 18:30 - 22:30
domingo
Fechado
monetization_on

Faixa de preço

De R$116,00 a R$175,00

check_circle

Informações adicionais

Lugares/Capacidade total (150), Levar vinhos (permite) (Gratuito)

Resenha por Arnaldo Lorençato e Saulo Yassuda

Comprido, o salão recebe o público interessado principalmente nas sugestões em rodízio (R$ 60,50; R$ 69,00, no jantar ou aos sábados). Sobre as mesas, frascos de álcool em gel ficam disponíveis para higienizar as mãos, que serão necessárias para provar o bom temaki de atum em cubos com alga sequinha. Também não fazem feio o cogumelo shimeji na chapa, sem excesso de gordura ou de tempero. Funcionárias passam com bandejas a oferecer os sushis, com arroz bem grudadinho e adocicado. São opções como niguiri de salmão e enrolado primavera com pepino, manga e kani kama. Para o sashimi, deve-se escolher apenas um peixe (atum, salmão, tilápia ou prego), e são recebidas apenas cinco fatias por pessoa. O rodízio é mais barato que a média, mas também mais limitado na variedade.

Informações checadas entre agosto e outubro de 2019.

    Comer e beber

    • 2019 - Participante

      Japoneses Comer & Beber .

      Comprido, o salão recebe o público interessado principalmente nas sugestões em rodízio (R$ 60,50; R$ 69,00, no jantar ou aos sábados). Sobre as mesas, frascos de álcool em gel ficam disponíveis para higienizar as mãos, que serão necessárias para provar o bom temaki de atum em cubos com alga sequinha. Também não fazem feio o cogumelo shimeji na chapa, sem excesso de gordura ou de tempero. Funcionárias passam com bandejas a oferecer os sushis, com arroz bem grudadinho e adocicado. São opções como niguiri de salmão e enrolado primavera com pepino, manga e kani kama. Para o sashimi, deve-se escolher apenas um peixe (atum, salmão, tilápia ou prego), e são recebidas apenas cinco fatias por pessoa. O rodízio é mais barato que a média, mas também mais limitado na variedade. Informações checadas entre agosto e outubro de 2019.

      Arnaldo Lorençato e Saulo Yassuda

    • 2018 - Participante

      Japoneses Comer & Beber .

      Assim como o ambiente, a comida é simples, de estilo caseiro, e pode ser solicitada à la carte ou em rodízio, que custa de R$ 57,50 a R$ 69,00 por pessoa, a depender do dia. Diferentemente da maioria das casas do gênero, nem tudo é à vontade no festival. Quem quiser sashimi deverá escolher apenas um peixe para a porção — uma pena, o de atum chega com as fatias fininhas. O restante dos itens, porém, é livre. Tem guioza frita saborosa, temaki grandão e pedaçudo de atum, anchova grelhada com pele crocante... Atendentes passam pelas mesas oferecendo sushis fresquinhos, como o niguiri de atum com arroz bem temperado mas bem grudento e o de salmão envolto em omelete fininha. (Informações checadas entre julho e setembro de 2018).

      Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

    • 2017 - Participante

      Japoneses Comer & Beber .

      Serve um rodízio mais barato que a média, mas mais enxuto também e sem frutos do mar. Para o sashimi, o único produto limitado da seleção, escolhe-se apenas um tipo de peixe, como o prego, que vem cortado em cinco fatias. Vão chegando guioza frito de porco crocante, chapa de cogumelo shimeji, missoshiru, yakissoba saboroso... Os sushis têm arroz no estilo bem compacto, mas bem temperado, e passam em bandejas para ser escolhidos. Há de salmão grelhado enrolado na acelga, uramaki califórnia, niguiri de atum e de atum com pimenta batidinho sobre o bolinho de arroz. O preço por pessoa varia de R$ 57,50 a R$ 69,00, a depender do dia. Uma gentileza: o estacionamento é grátis. (Preços checados em setembro de 2017).

      Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

    • 2015 - Participante

      Restaurantes japoneses Comer & Beber .

      Nas proximidades da Ceagesp, é o mais antigo japonês daquele pedaço. A qualidade, porém, caiu um pouco do ano passado para este. Continuam pontos fortes o hot roll de salmão com cream cheese (sim, por incrível que possa parecer, é razoável), o sashimi de atum, o temaki gigantão do mesmo peixe (pode fazer menor, por favor?), o tempurá kakiague de vegetais em tiras, que poderia ser um pouco mais sequinho, e a anchova grelhada. Mas dá para passar tranquilamente sem o fraco cogumelo shimeji na manteiga e os sushis no estilo tijolinho de tão compactos, feitos com salmão em muitas variantes mais atum e namorado, além das terríveis versões com banana e morango.Também são ruins o yakissoba de vegetais, com gosto de amido de milho, e o expresso aguado, feito com café de baixa qualidade. O rodízio custa R$ 49,50 no almoço de segunda a sexta, R$ 58,00 no jantar de segunda a quinta e R$ 62,00 nos demais horários e feriados. Não inclui a sobremesa, que pode ser o clássico anmitsu (gelatina com doce de feijão, frutas e sorvete; R$ 13,50).Promete cobrar a taxa de R$ 1,00 por item pedido e desperdiçado. (Preços checados em setembro/outubro de 2015).

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    • 2014 - Participante

      Restaurantes japoneses Comer & Beber .

      Para chegar a esta casa especializada em rodízio típico, é preciso subir um lance de escadas. Da rua, não se avista o salão, sempre muito movimentado. A clientela busca as receitas de jeitão caseiro. Dos sushis, vão bem os enrolados de ovas e o hot roll de salmão. Também faz bonito o temaki de atum envolto em alga crocante. Dá para ignorar tranquilamente os niguirizushis, ou bolinhos de arroz clássicos, muito compactos e, portanto, pesadões. O rodízio custa R$ 43,50 no almoço de segunda a sexta, R$ 50,00 no jantar de segunda a quinta e R$ 55,00 nos demais horários e feriados. Está prevista uma taxa de R$ 1,00 por item pedido e desperdiçado. (Preços checados em setembro/outubro de 2014).

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    • 2012 - Participante

      Restaurantes japoneses Comer & Beber .

      Num sobrado da movimentada Avenida Imperatriz Leopoldina, Yoshino Kozaka e suas três filhas oferecem há 24 anos especialidades japonesas. Na seção fria aparecem itens como cinco fatias de sashimi, temaki califórnia e sushis de salmão e atum. Ovas de peixe-voador, camarão e polvo não estão inclusos no rodízio. Entre os quentes, prove shimeji na manteiga, missoshiru e anchova grelhada. Apenas no jantar, também chega à mesa um tempurá de legumes. Está prevista uma taxa por item pedido e desperdiçado.

      Veja SP

    • 2011 - Participante

      Restaurantes japoneses Comer & Beber .

      Estabelecimento faz parte da edição Comer & Beber 2011/2012

      Veja SP

    • 2010 - Participante

      Restaurantes japoneses Comer & Beber .

      Estabelecimento faz parte da edição Comer & Beber 2010/2011

      Veja SP

    Comentários
    Deixe um comentário

    Olá,

    * A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

    Foto do Google

    Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

    Conectando a %s