Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Hinodê

(Desde 1965)

Tipos de Restaurantes: Japoneses

VejaSP:

Endereço: Rua Tomás Gonzaga, 62 - Liberdade - São Paulo - SP ver no mapa

Telefone: (11) 32086633

Site: http://www.restaurantehinode.com.br

Horário:

segunda-feira 11:30 - 14:00 - 18:30 - Último cliente

terça-feira - Fechado

quarta-feira 11:30 - 14:00 - 18:30 - Último cliente

quinta-feira 11:30 - 14:00 - 18:30 - Último cliente

sexta-feira 11:30 - 14:00 - 18:30 - Último cliente

sábado 12:00 - 14:30 - 18:30 - Último cliente

domingo 12:00 - 16:00 - 18:30 - Último cliente

Faixa de preço: De R$71.00 a R$105.00

Informações adicionais: Lugares/Capacidade total (100), Levar vinhos (permite) (1)(1)Valor variável

Resenha por Arnaldo Lorençato e Helena Galante

É o mais antigo representante da categoria, com 51 anos de história, quinze anos sob o comando da família Sekiguchi, que adquiriu a casa em 1999. O bem conservado salão, embalado por canções orientais em baixo volume, tem madeira clara e um Buda dourado na entrada, num sinal de boas-vindas à clientela. Extenso, o cardápio com preços altos traz fotos dos pratos, o que ajuda os não iniciados a identificarem as receitas. Com o nome de tororo (R$ 29,00), o cará é ralado até ficar com textura viscosa e aparece coroado por uma gema de ovo crua, wassabi e tiras de alga. Cabe ao cliente temperar a mistura com shoyu na mesa. A porção de tempurá misto de camarão e legumes, envoltos em uma leve casquinha crocante, sai por R$ 80,00. Custa R$ 144,00 para duas pessoas o teishoku, refeição completa à oriental. Traz itens como oito fatias de sashimi, dois guiozas e uma anchova grelhada vez ou outra meio ressecada. Para os fãs de sushi, que estão longe de ser o forte da casa, há combinados. Em versão individual (R$ 78,00), reúne cinco fatias de sashimi, três niguiris, quatro uramakis e três kappamakis (enrolado de alga com recheio de pepino).

Preços checados em 16 de março de 2016.

    É o mais antigo representante da categoria, com 51 anos de história, quinze anos sob o comando da família Sekiguchi, que adquiriu a casa em 1999. O bem conservado salão, embalado por canções orientais em baixo volume, tem madeira clara e um Buda dourado na entrada, num sinal de boas-vindas à clientela. Extenso, o cardápio com preços altos traz fotos dos pratos, o que ajuda os não iniciados a identificarem as receitas. Com o nome de tororo (R$ 29,00), o cará é ralado até ficar com textura viscosa e aparece coroado por uma gema de ovo crua, wassabi e tiras de alga. Cabe ao cliente temperar a mistura com shoyu na mesa. A porção de tempurá misto de camarão e legumes, envoltos em uma leve casquinha crocante, sai por R$ 80,00. Custa R$ 144,00 para duas pessoas o teishoku, refeição completa à oriental. Traz itens como oito fatias de sashimi, dois guiozas e uma anchova grelhada vez ou outra meio ressecada. Para os fãs de sushi, que estão longe de ser o forte da casa, há combinados. Em versão individual (R$ 78,00), reúne cinco fatias de sashimi, três niguiris, quatro uramakis e três kappamakis (enrolado de alga com recheio de pepino).

    Preços checados em 16 de março de 2016.