Clique e assine por apenas 6,90/mês

Grand Cru – Moema

Tipos de Vinhos:

VejaSP:

Endereço: Alameda Dos Nhambiquaras, 614 - Indianópolis - São Paulo - SP ver no mapa

Telefone: (11) 36245819

Site: http://www.grandcrumoema.com.br

Horário:

segunda-feira 09:00 - Último cliente

terça-feira 09:00 - Último cliente

quarta-feira 09:00 - Último cliente

quinta-feira 09:00 - Último cliente

sexta-feira 09:00 - Último cliente

sábado 09:00 - Último cliente

domingo 09:00 - Último cliente

Bistrô das 12h00 às 15h00 e das 19h00 às 23h00 (sábado almoço até 17h00 e jantar até 00h00; domingo só almoço até 16h00). Segunda fecha.

Informações adicionais: Estacionamento/Valet (R$ 15.00)

Resenha por Marcelo Cobra

A rede de origem argentina possui 29 lojas espalhadas pelo Brasil, três delas em São Paulo. Seu vasto portfólio agrupa mais de 1 500 rótulos, quase metade deles de importação exclusiva. Da vinícola francesa Maison Delas Frères, com sede no Vale do Rhône, ao sul da Borgonha, destacam-se duas pedidas: o rosé Tavel 2011 (R$ 84,00) e o tinto Vacqueyras 2011 (R$ 117,00). O acervo de etiquetas originárias da França inclui o champanhe Gosset Brut Excellence (R$ 261,00), avaliado com 92 pontos pela revista americana Wine Spectator, e o branco Muscat de Beaumes de Venice 2010 (R$ 109,98), uma opção de sobremesa produzida na Alsácia. Integram também a seleção europeia garrafas como a do branco italiano Solosole Vermentino Bolgheri D.O.C. 2011 (R$ 106,00), produzido por um braço da vinícola Allegrini na Toscana, e a do tinto espanhol Milcampos Viñas Viejas 2010 (R$ 62,00), feito com a uva tempranillo, ambos avaliados com mais de 90 pontos pelo crítico americano Robert Parker. Quem não dispensa garrafas sul-americanas encontra o argentino Zorzal Gran Terroir Pinot Noir 2012 (R$ 93,00).

Preços checados em setembro/outubro de 2013.

    A rede de origem argentina possui 29 lojas espalhadas pelo Brasil, três delas em São Paulo. Seu vasto portfólio agrupa mais de 1 500 rótulos, quase metade deles de importação exclusiva. Da vinícola francesa Maison Delas Frères, com sede no Vale do Rhône, ao sul da Borgonha, destacam-se duas pedidas: o rosé Tavel 2011 (R$ 84,00) e o tinto Vacqueyras 2011 (R$ 117,00). O acervo de etiquetas originárias da França inclui o champanhe Gosset Brut Excellence (R$ 261,00), avaliado com 92 pontos pela revista americana Wine Spectator, e o branco Muscat de Beaumes de Venice 2010 (R$ 109,98), uma opção de sobremesa produzida na Alsácia. Integram também a seleção europeia garrafas como a do branco italiano Solosole Vermentino Bolgheri D.O.C. 2011 (R$ 106,00), produzido por um braço da vinícola Allegrini na Toscana, e a do tinto espanhol Milcampos Viñas Viejas 2010 (R$ 62,00), feito com a uva tempranillo, ambos avaliados com mais de 90 pontos pelo crítico americano Robert Parker. Quem não dispensa garrafas sul-americanas encontra o argentino Zorzal Gran Terroir Pinot Noir 2012 (R$ 93,00).

    Preços checados em setembro/outubro de 2013.