Futuro Refeitório (Desde 2018)

Tipos de Restaurantes: Cozinha variada
VejaSP
starsstarsstarsstarsstars
Endereço: Rua Cônego Eugênio Leite, 808 - Pinheiros - São Paulo - SP ver no mapa
Telefone: (11) 30855885
Horário:
segunda-feira
12:00 - 15:00 - 19:00 - 22:30
terça-feira
12:00 - 15:00 - 19:00 - 22:30
quarta-feira
12:00 - 15:00 - 19:00 - 22:30
quinta-feira
12:00 - 15:00 - 19:00 - 22:30
sexta-feira
12:00 - 15:00 - 19:00 - 23:00
sábado
09:00 - 16:00 - 19:00 - 23:00
domingo
09:00 - 16:00
monetization_on

Faixa de preço

De R$00,00 a R$111,00

check_circle

Informações adicionais

Lugares/Capacidade total (60)

Resenha por Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

Na entrada, um neon indica: “Deve ser aqui”. E é lá mesmo que a chef Gabriela Barretto, do Chou, se associou à irmã Karina para montar esta casa que privilegia os vegetais. Bastou abrir as portas num galpão onde antes funcionava um estacionamento para se tornar um sucesso. Uma galera descolada vai em busca de combos de almoço (R$ 38,00 ou R$ 43,00). Uma versão com hortaliças pode ter os feijões marinados com gema curada, a couve-flor com manteiga queimada, laranja e avelã, a cenoura assada com limão, manteiga e grana padano e o gritz de milho com Cuesta Azul (tipo de angu com cubos de queijo), o único encontrado também no jantar, quando há só opções à la carte.

Informações checadas entre julho e setembro de 2018.

    DRINQUES DE FUTURO

    Nada mau ter o bartender do ano como responsável pela carta de coquetéis. Foi essa a solução que o mix de restaurante, café e padaria Futuro Refeitório adotou para seus drinques. Dono do título pela mais recente edição de VEJA COMER & BEBER e sócio do igualmente premiado bar Apothek, em Pinheiros, Alexandre D’Agostino criou o byciclette (R$ 35,00), que leva Campari, Lillet Blanc e tônica, e a margarita congelada de melancia (R$ 26,00), na qual a fruta é misturada a tequila, limão e licor de laranja.

    Informações checadas em fevereiro de 2019.

    Comer e beber

    • 2018 - Indicado

      Estreia do Ano Comer e Beber .

      Na entrada, um neon indica: “Deve ser aqui”. E é lá mesmo que a chef Gabriela Barretto, do Chou, se associou à irmã Karina para montar esta casa que privilegia os vegetais. Bastou abrir as portas num galpão onde antes funcionava um estacionamento para se tornar um sucesso. Uma galera descolada vai em busca de combos de almoço (R$ 38,00 ou R$ 43,00). Uma versão com hortaliças pode ter os feijões marinados com gema curada, a couve-flor com manteiga queimada, laranja e avelã, a cenoura assada com limão, manteiga e grana padano e o gritz de milho com Cuesta Azul (tipo de angu com cubos de queijo), o único encontrado também no jantar, quando há só opções à la carte. Informações checadas entre julho e setembro de 2018.

      Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

    Comentários
    Deixe um comentário

    Olá,

    * A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

    Foto do Google

    Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

    Conectando a %s