Del Mar (Desde 1982)

Tipos de Bares: Botecos
VejaSP
starsstarsstarsstarsstars
Endereço: Rua dos Andradas, 161 - Santa Efigênia - São Paulo - SP ver no mapa
Telefone: (11) 32228600
Horário:
segunda-feira
11:00 - 22:00
terça-feira
11:00 - 22:00
quarta-feira
11:00 - 22:00
quinta-feira
11:00 - 22:00
sexta-feira
11:00 - 22:00
sábado
11:00 - 17:00
domingo
Fechado
Fecha aos feriados.
payment

Formas de pagamento

Cartões de crédito: Visa, Mastercard, Diners e American Express
Cartões de débito: Visa Electron, Rede Shop e Maestro

check_circle

Informações adicionais

Lugares/Capacidade total (40)

Resenha por Saulo Yassuda e Gabrielli Menezes

Dá para notar os sinais do tempo no piso de cerâmica lascado, nos robustos armários em-butidos e nos ventiladores de teto. A cozinha expede bons petiscos, como a porção de bolinho de bacalhau (R$ 31,50, oito unidades) e a lula recheada dos próprios tentáculos (R$ 45,00, quatro unidades). Entre um acepipe e outro, vai bem o chope Brahma (R$ 7,50, 300 mililitros).

Informações checadas entre julho e setembro de 2018.

    Comer e beber

    • 2018 - Participante

      Botecos Comer & Beber .

      Dá para notar os sinais do tempo no piso de cerâmica lascado, nos robustos armários em-butidos e nos ventiladores de teto. A cozinha expede bons petiscos, como a porção de bolinho de bacalhau (R$ 31,50, oito unidades) e a lula recheada dos próprios tentáculos (R$ 45,00, quatro unidades). Entre um acepipe e outro, vai bem o chope Brahma (R$ 7,50, 300 mililitros). (Informações checadas entre julho e setembro de 2018).

      Saulo Yassuda e Gabrielli Menezes

    • 2017 - Participante

      Botecos Comer & Beber .

      A fachada não é das mais convidativas, o salão idem. Mas este botecão, na ativa desde 1982, tem seus predicados. Além do chopinho Brahma (R$ 7,50), de colarinho regulamentar, serve boas receitas. Para abrir os trabalhos, peça lulas recheadas com os próprios tentáculos (R$ 39,00, quatro unidades) ou então a saborosa porção de camarões ao alho e óleo (R$ 52,00). A paella valenciana (R$ 69,00), rica em frutos do mar, serve duas pessoas.(Preços checados em setembro de 2017).

      Saulo Yassuda e Fábio Galib

    • 2016 - Participante

      Bares botecos Comer & Beber .

      A alma espanhola do boteco é uma herança de seus fundadores, os irmãos Delta e Mário, que deixaram a administração em 1996. Ainda hoje, preserva receitas como a paella valenciana, enriquecida com camarão, lula, polvo, marisco, vôngole, cação, frango e lombo. Custa R$ 69,00 e satisfaz duas pessoas. Quem deseja só petiscar, porém, pode escolher sem arrependimento a porção de lulas recheadas com os próprios tentáculos (R$ 22,00, quatro unidades). Como acompanhamento, o básico: chope Brahma na caldeireta (R$ 7,50). (Preços checados em setembro/outubro de 2016.)

      Fábio Galib e Saulo Yassuda

    • 2015 - Participante

      Bares botecos Comer & Beber .

      É injustiçado este botequim fundado na década de 80 pelos irmãos espanhóis Delta e Mário e hoje sob a batuta do chef Rodrigo Maia. Enquanto naquela região da Santa Ifigênia os holofotes são todos dirigidos ao antigão Bar Léo, que fica praticamente a um quarteirão de distância, muitos se esquecem do ótimo chope do Del Mar. Trata-se de um dos melhores exemplares da cidade, da marca Brahma, com um creme de respeito por cima do líquido gaseificado na medida. Custa R$ 7,50. O fato de os atendentes levarem a bebida das torneiras diretamente à mesa faz uma baita diferença. Receita de combate do local, a paella valenciana (R$ 69,00) tem jeitão caseiro e serve até duas pessoas. Antes, não deixe de atacar as lulinhas recheadas com os próprios tentáculos passadas pela chapa (R$ 22,00, quatro unidades). (Preços checados em setembro/outubro de 2015).

      Saulo Yassuda

    • 2014 - Participante

      Bares botecos Comer & Beber .

      Um dos melhores chopes da cidade pode ser encontrado no botequim, que exibe nas paredes fotografias de paisagens e quadrinhos inscritos em espanhol. A bebida da marca Brahma (R$ 7,00) chega coberta por um cremoso colarinho. Um refresco e tanto na praticamente árida região da Santa Ifigênia, onde o bar está montado desde 1982. De inspiração ibérica, a maioria dos petiscos é “del mar”. Vale começar pelas macias lulas recheadas com os próprios tentáculos e passadas pela chapa (R$ 20,00, quatro unidades). Para continuar, a maioria da clientela pede a paella valenciana (R$ 60,00), que serve até duas pessoas. Feita com arroz comum, chega úmida e saborosa, farta em camarão, lula, polvo, marisco, vôngole, frango e ervilha. (Preços checados em setembro/outubro de 2014).

      Saulo Yassuda

    • 2013 - Participante

      Bares botecos Comer & Beber .

      A poucos metros do afamado Bar Léo, este endereço dedicado à cozinha espanhola é outro clássico imortal da cidade. Fundado em 1982 pelos irmãos espanhóis Delta e Mário, está hoje sob o comando do chef Rodrigo Maia, que mantém a tradição de servir boas receitas espanholas, feitas com esmero. Para abrir os trabalhos, peça pelas lulas recheadas com os próprios tentáculos (R$ 18,50, quatro unidades): elas chegam chapeadas, esfumaçantes e muito saborosas. Prossiga com a paella valenciana (R$ 55,90), farta e rica em frutos do mar, que serve duas pessoas. De segunda a sexta-feira, faz bons pratos executivos, como a galinha espanhola (R$ 24,30), cozida no açafrão e servida com molho verde e batata frita. Para beber, chope Brahma muito bem tirado (R$ 6,80) e também schnapps wacholder (R$ 6,00 a dose), uma aguardente típica alemã temperada com zimbro. (Preços checados em setembro/outubro de 2013).

      Luiz Henrique Ligabue e Marcelo Cobra

    • 2012 - Participante

      Bares botecos Comer & Beber .

      Fundado em 1982 pelos irmãos espanhóis Delta e Mario (que se desligaram da casa em 1996), está hoje nas mãos do chef Rodrigo Maia, sobrinho da última proprietária. Felizmente, as mudanças de administração não alteraram a alma de boteco do lugar, que continua a servir um bom chope (Brahma). O garçom leva a caldeireta direto para a mesa, o que evita que ela esquente ao ficar passeando sobre a bandeja. Para abrir o apetite, cai bem a lula recheada com os próprios tentáculos. Depois, prove a úmida paella valenciana. Embora preparado com arroz comum, o prato mais típico da Espanha vem enriquecido por camarão, lula, marisco, vôngole e frango.

      Veja SP

    • 2011 - Participante

      Bares botecos Comer & Beber .

      Estabelecimento faz parte da edição Comer & Beber 2011/2012

      Veja SP

    • 2010 - Indicado

      Bares botecos Comer & Beber .

      Inaugurado em 1982 na vizinhança do Léo, passou por reforma e reabriu no ano passado sob os cuidados do chef Rodrigo Maia, sobrinho da última proprietária. A boa notícia é que a mudança não tirou sua alma de boteco e trouxe melhorias aos banheiros e à cozinha. Ao cardápio também chegaram novidades, caso da macia lula recheada pelos próprios tentáculos. Ainda assim, a principal estrela no menu continua a ser a paella valenciana. Embora preparada com arroz comum, vem enriquecida por camarão, lula, polvo, marisco, vôngole, cação, frango e lombo. Satisfaz duas pessoas. Para acompanhar, há um bom chope na caldeireta (Brahma).

      Veja SP

    Comentários
    Deixe um comentário

    Olá,

    * A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

    Foto do Google

    Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

    Conectando a %s