Clique e assine por apenas 6,90/mês

Cantaloup

(Desde 1996)

Tipos de Restaurantes: Variados

VejaSP:

Endereço: Rua Manuel Guedes, 474 - Itaim Bibi - São Paulo - SP ver no mapa

Telefone: (11) 30783445 / (11) 30789884

Horário:

segunda-feira 12:00 - 15:00 - 19:00 - 00:00

terça-feira 12:00 - 15:00 - 19:00 - 00:00

quarta-feira 12:00 - 15:00 - 19:00 - 00:00

quinta-feira 12:00 - 15:00 - 19:00 - 00:00

sexta-feira 12:00 - 15:00 - 19:00 - 01:00

sábado 19:30 - 01:00

domingo 12:00 - 17:00

Faixa de preço: De R$176,00 a R$300,00

Informações adicionais: Acesso para deficientes, Lugares/Capacidade total (150), Levar vinhos (permite) (R$ 80,00)

Resenha por Arnaldo Lorençato e Saulo Yassuda

Se há um ditado popular que funciona bem para definir o Cantaloup é o clássico “o olho do dono engorda o gado”. Neste caso, o negócio. Entra ano, sai ano, o restaurante mantém um alto padrão de qualidade graças aos cuidados de Daniel Sahagoff, que tem como parceiro de cozinha Valdir Oliveira. O chef faz o carpaccio de cordeiro de formato redondo com alcaparra frita mais um par de grissinis e torradas em finas lâminas (R$ 48,00). O camarão no jerez vem na companhia de úmido cuscuz marroquino com cubinhos de cenoura e abobrinha mais macadâmia fatiada (R$ 115,00). Para adoçar, o restaurante reserva um pequeno espetáculo visual com uma versão do romeu e julieta. A esfera de chocolate branco recheada de musse de queijo de cabra se desfaz ao ser regada pela calda morna de goiaba (R$ 29,00)

Informações checadas entre agosto e outubro de 2019.

    VISITA ÍTALO-CARIOCA

    Cheio de predicados, o Grado, no Jardim Botânico, se tornou um dos maiores sucessos do Rio de Janeiro. Comandante da cozinha, Nello Garaventa deixa o restaurante, premiado duas vezes como o melhor italiano da capital fluminense pela edição anual COMER & BEBER, e pega a ponte aérea para fazer um rasante no Cantaloup. Na casa de Daniel Sahagoff, o chef assina o cardápio do jantar servido a partir das 20h na terça (17) e na quarta (18). Abre o menu completo (R$ 270,00) o crudo de peixe, aipo, azeitona e gremolata. Escolhe-se, em seguida, entre o lagostim com risoto de chicória e a massa bottoni de língua na manteiga e salsa. O coroamento dos pratos principais é com o ótimo leitão na lenha com legumes e polenta mole. Ao final, tem uma tortinha de maçã de deixar saudade. É recomendável reservar. 

    (Por Arnaldo Lorençato)

    Informações checadas em março de 2020.

    Se há um ditado popular que funciona bem para definir o Cantaloup é o clássico “o olho do dono engorda o gado”. Neste caso, o negócio. Entra ano, sai ano, o restaurante mantém um alto padrão de qualidade graças aos cuidados de Daniel Sahagoff, que tem como parceiro de cozinha Valdir Oliveira. O chef faz o carpaccio de cordeiro de formato redondo com alcaparra frita mais um par de grissinis e torradas em finas lâminas (R$ 48,00). O camarão no jerez vem na companhia de úmido cuscuz marroquino com cubinhos de cenoura e abobrinha mais macadâmia fatiada (R$ 115,00). Para adoçar, o restaurante reserva um pequeno espetáculo visual com uma versão do romeu e julieta. A esfera de chocolate branco recheada de musse de queijo de cabra se desfaz ao ser regada pela calda morna de goiaba (R$ 29,00)

    Informações checadas entre agosto e outubro de 2019.