Clique e assine por apenas 6,90/mês

A Baianeira

(Desde 2018)

Tipos de Restaurantes: Bom e barato, Brasileiros

VejaSP:

Endereço: Rua Dona Elisa, 117 - Barra Funda - São Paulo - SP ver no mapa

Telefone: (11) 25380844

Horário:

segunda-feira - Fechado

terça-feira 12:00 - 15:00

quarta-feira 12:00 - 15:00

quinta-feira 12:00 - 15:00

sexta-feira 12:00 - 16:00

sábado 12:00 - 16:00

domingo - Fechado

Café da tarde, 15h/17h (ter a sex) Café da manhã completo, 9h/12h (sáb e dom)

Informações adicionais: Lugares/Capacidade total (34), Levar vinhos (permite) (R$ 40,00)

Resenha por Arnaldo Lorençato e Saulo Yassuda

De uma simplicidade tentadoramente gulosa, este pequeno restaurante de Manuelle Ferraz ocupa um sobradinho na Barra Funda e abriu uma filial no Masp no início de outubro de 2019. A diferença entre as duas casas é que no museu é servido também o jantar. Na matriz, a chef faz um pão de queijo com carne de panela um ovo de gema mole (R$ 15,00) que escorre com volúpia. Como entrada, o nhoque de batata-doce com creme de requeijão de corte do Vale do Jequitinhonha vem com uma tapioca sequinha e crocante mais amêndoa laminada e sálvia (R$ 18,00). A versão da cozinheira para o estrogonofe, sugestão das terças, leva iscas de filé-mignon num molho de ketchup, creme de leite de caixinha, mostarda escura, páprica e molho de tomate com lâ- minas de cogumelos cruas. Como complemento, ganha chips de batata-doce branca e roxa e uma marmitinha de arroz. Custa R$ 35,00. Doce dos bons, o brûlé de banana – da-terra (R$ 15,00) vem com a fruta doura- da sobre um creme escuro. O café coado com sequilho (R$ 5,00) deixa um gostinho de quero mais.

Informações checadas entre agosto e outubro de 2019.

    De uma simplicidade tentadoramente gulosa, este pequeno restaurante de Manuelle Ferraz ocupa um sobradinho na Barra Funda e abriu uma filial no Masp no início de outubro de 2019. A diferença entre as duas casas é que no museu é servido também o jantar. Na matriz, a chef faz um pão de queijo com carne de panela um ovo de gema mole (R$ 15,00) que escorre com volúpia. Como entrada, o nhoque de batata-doce com creme de requeijão de corte do Vale do Jequitinhonha vem com uma tapioca sequinha e crocante mais amêndoa laminada e sálvia (R$ 18,00). A versão da cozinheira para o estrogonofe, sugestão das terças, leva iscas de filé-mignon num molho de ketchup, creme de leite de caixinha, mostarda escura, páprica e molho de tomate com lâ- minas de cogumelos cruas. Como complemento, ganha chips de batata-doce branca e roxa e uma marmitinha de arroz. Custa R$ 35,00. Doce dos bons, o brûlé de banana – da-terra (R$ 15,00) vem com a fruta doura- da sobre um creme escuro. O café coado com sequilho (R$ 5,00) deixa um gostinho de quero mais.

    Informações checadas entre agosto e outubro de 2019.