Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Pentágono confirma autenticidade de vídeo com óvnis

Departamento de Defesa dos EUA investiga este e outros casos de objetos que flutuaram sobre navios na costa do país

Por Redação VEJA São Paulo 13 abr 2021, 20h01

O Pentágono confirmou a autenticidade de um vídeo publicado no Twitter pelo documentarista Jeremy Corbell, na última quinta (8), que gerou intriga nas redes. As imagens mostram algum tipo de equipamento de visão noturna captando objetos triangulares flutuando sobre o convés de um navio da Marinha americana.

A porta-voz do Departamento de Defesa dos EUA, o Pentágono, Sue Gough, afirmou que o vídeo dos óvnis foi feito por oficiais de um navio de guerra dos EUA e que os objetos se comportavam “como pirâmides voadoras”. Ela afirmou que “eles (os oficiais) se certificaram de que isso não é algo que possuímos, isso não é algo de um militar estrangeiro, e que eles (objetos) estavam se comportando de maneiras que não esperávamos”. Gough ainda ressaltou que os objetos não eram aerodinâmicos. 

Em sua postagem, Jeremy Corbell escreveu “A Marinha dos Estados Unidos fotografou e filmou óvnis em forma de ‘pirâmide’”, confira a gravação e o post abaixo. O material foi gravado em julho de 2019 na costa do sul do estado da Califórnia, segundo Corbell. Ele ainda afirmou que os objetos não são helicópteros ou drones.

O Mystery Wire, site especialista em óvnis, alega que o vídeo foi reunido junto a outras imagens pela Força-Tarefa de Fenômenos Aéreos Não Identificados (UAPTF), um departamento do Pentágono que investiga casos do tema. 

Apesar de admitir a autenticidade da gravação, Sue Gough não confirmou que os objetos são reais. Ao site Futurism, ela afirmou que o ocorrido está sendo investigado. A porta-voz declarou que outros “avistamentos de drones” relatados entre os dias 14 e 15 de julho de 2019 com os navios de guerra norte-americanos também fazem parte da apuração. 

Continua após a publicidade

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

O Departamento de Defesa dos EUA não detalha publicamente incidentes relacionados a observações de óvnis em seus campos de treinamento ou espaço aéreo. Isso para “manter a segurança das operações e evitar a divulgação de informações que possam ser úteis a adversários”, explicou Gough. 

Alguns críticos acreditam que os objetos podem ter sido produzidos apenas por uma ilusão de ótica. É o caso de Mick West, um escritor científico, que alegou que a filmagem provavelmente foi gravada com um smartphone por meio de uma lente monocular de visão noturna, e que retrata uma aeronave comum. 

A explicação, segundo ele, é que se trata de um efeito óptico chamado bokeh, que desfoca e distorce a imagem, faz as luzes da aeronave parecerem triângulos ou pirâmides. Na postagem abaixo, um link para um vídeo do cientista que aborda as suposições. 

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade