Clique e assine por apenas 6,90/mês

Designer Fabio Melo mostra cadeiras com fios de plástico na DW

Material surge em poltronas e mesas que primam pela geometria e minimalismo

Por Tatiane de Assis - Atualizado em 30 Aug 2018, 14h41 - Publicado em 30 Aug 2018, 13h28

As cadeiras com fios de plástico, tão comuns em cidades do interior do Brasil, surgem com roupagem moderna na coleção Spaghetti, assinada pelo artista e designer Fabio Melo.

Melo apresenta as  peças na galeria Aura, em uma instalação lúdica, chamada Balanço Nordestino.  Lá, elas surgem suspensas, em alusão a um comentário em sua cidade, de que estar naqueles móveis era como se sentar no ar, devido à passagem do vento.

Os visitantes podem ver os móveis durante a realização da DW, já que a atividade integra a programação do festival de design. Hoje (30) e sexta (31), a exibição acontece das 10h às 19h. No sábado (1º) e domingo (2), das 11h às 17h. A entrada é gratuita e, atenção, na sexta, também ocorre um coquetel aberto ao público.

 

Continua após a publicidade
Mesa Augusta, de Fábio Melo: Homenagem à mãe Henrique Monducci/Divulgação

 

Continua após a publicidade

Melo, que mora em Goiânia (GO), conta que suas referências vêm da infância em Caruaru (PE). Lá a conversa rolava soltava nas cadeiras, que na região, é apelidada macarrão.  Nessa releitura, ele manteve as cores vibrantes, mas descartou as formas sinuosas.

“Traduzi para uma linguagem contemporânea, minimalista e cheia de arestas. Gosto mesmo é do pouco traço”, afirma.

Os nomes das peças são outro atrativo: todos têm relação com a sua família. A cadeira Beatriz e a banqueta Luíza são  homenagens às suas filhas. A mesa Augusta fala de sua mãe. O carrinho de chá Eloína, da mãe. A poltrona Lorena, por último, encontra significado em uma grande amiga.

Publicidade