Continua após publicidade

Corridas de rua para ir com as crianças

Saiba como preparar os pequenos para correr as maratonas temáticas que ocorrem na cidade até dezembro

Por Marcus Oliveira
Atualizado em 5 dez 2016, 15h44 - Publicado em 9 ago 2013, 22h10

Não é novidade que as corridas de rua em São Paulo atraem cada vez mais adeptos e têm incentivado muitas pessoas a completar seus primeiros trajetos. Sejam elas nas provas mais curtas, que vão de 5 a 10 quilômetros, ou até mesmo nas maratonas de revezamento, que chegam a bater os 40 000 metros.

Tanta demanda fez as empresas que organizam os circuitos criarem novos segmentos, buscando atrair as famílias. Sendo assim, nascem as corridas temáticas dedicadas aos pequenos.

A Disney Magic Run, por exemplo, que rolou no dia 1º de setembro, reuniu mais de 12 000 corredores ao lado de personagens como Mickey, Minnie e Pluto durante o trajeto.

+ Confira um calendário com as corridas de rua em 2013

Outros títulos bem procurados e que já se tornaram eventos tradicionais no calendário da cidade são a Mundo Kids, que rolou no último dia 12 de outubro, no Dia da Criança, com 3 000 vagas para pequenos de 2 a 12 anos, e a São Silvestinha, que ocorre no dia 28 de dezembro.

Antes de inscrever os pequenos nessas mini-maratonas é preciso se atentar a detalhes como a distância e as condições de saúde da criança, pois alguns trajetos podem ser considerados pesados para eles. A maioria das provas infantis cria distâncias de acordo com a faixa etária da pimpolhada.

Continua após a publicidade

Preparação

Na Circuitinho, por exemplo, a faixa etária vai de 2 a 12 anos em percursos de 50 a 400 metros, o que é considerado ideal para incentivar a garotada a praticar esporte e incoporar o espírito esportivo desde cedo, segundo Ronaldo Martinneli, coordenador do Bio Running, um programa de corrida outdoor e indoor da rede de academias Bio Ritmo. Entretanto, nem todas as provas possuem percursos curtos. A Disney Magic Run e a Corrida Cartoon, por exemplo, dispõem de distâncias que chegam até a 3 quilômetros.

Levando em consideração que durante esses eventos ocorrem também intervenções lúdicas de personagens animados, que brincam com a garotada e fazem pausas em alguns momentos, os pais não devem levar as crianças com o intúito de competirem, mas sim de se divertirem. “Fisiologicamente uma criança não está prepararda para desempenhar uma alta performance. Mesmo com esses elementos que os distraem, é preciso tomar cuidado, pois existe muita gente que leva a sério e acaba forçando a criança a fazer a prova no melhor tempo dela, e isso é errado”, analisa Ronaldo.

De olho na balança

De acordo com a endocrinologista pediátrica Louise Cominato, médica da Unidade de Endocrinologia do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas, uma quilometragem extensa, de 1 quilômetro por exemplo, já pode fazer a criança se desgastar e perder o estímulo em praticar esporte no futuro. Além disso, ainda há a possibilidade de ocorrer complicações ortopédicas, problemas cardíacos, em caso de pequenos acima do peso, e crises crônicas para quem tem dificuldades respiratórias, como a asma.

Continua após a publicidade

Louise indica que é fundamental fazer uma avaliação das condições de saúde, antes de colocar o pequeno para correr. A especialista diz ainda que estimular a prática de esportes por meio de leves caminhadas e corridinhas entre uma árvore e outra em um parque são formas de “treinar” a criançada para o evento.

Já no dia da prova, a médica alerta para que os responsáveis não esqueçam de levar uma mochila com água, um lanche natural, barras de cereal ou biscoito salgado, vestir o pequeno com roupas leves e um tênis confortável.

 

São Silvestrinha: 28 de dezembro

Inspirada na São Silvestre, está marcada para começar as 16h, no Conjunto Desportivo Constâncio Vaz Guimarães, no Ibirapuera. O tamanho do percurso varia de acordo com a idade e pode ir de 50 a 600 metros.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.