Continua após publicidade

Hamburgueria inspirada em Star Wars é obrigada a mudar de nome

Após notificação judicial, Jedi's Burger e Grill passa a se chamar Jeti's Burger e retira do ambiente todas as referências à saga; proprietários vão recorrer

Por Veja São Paulo
Atualizado em 20 jan 2022, 10h03 - Publicado em 5 jan 2016, 16h23

Ambiente com um quê de Millenium Falcon, sabres de luz nas paredes, pratos inspirados em personagens da saga. Chegou ao fim a alegria dos clientes da Jedi’s Burger e Grill (e, claro, de seus proprietários). Inspirada na série de filmes Star Wars, a casa anunciou que foi obrigada a mudar seu nome para Jeti’s Burger depois que a  Lucasfilm, detentora dos direitos, entrou com uma ação na justiça.

+ McDonald’s lança surpresinhas do Snoopy e novos lanches e sobremesa

“Ocorre que após quatro meses depois da inauguração da casa, tivemos uma reviravolta com o recebimento de uma notificação Judicial na qual fora imposto que retirássemos tudo que tivesse ligação com a saga Star Wars”, afirma o comunicado publicado nesta terça (5) na página da casa no Facebook. “Tivemos que alterar o nome da casa de Jedi’s para Jeti’s, que significa “dar uma volta”, e retirar as imagens dos personagens da saga Star Wars, assim como os nomes dos lanches.” Confira:

jeti ()
Continua após a publicidade

Eduardo Barduchi, um dos sócios da hamburgueria, afirma que seus advogados trabalham para reverter a decisão. “Nem a Lucasfilm nem a Disney hoje têm direito ao nome Jedi’s no segmento da alimentação”, afirma ele. “Nós é que registramos a marca. Inclusive, nos propusemos a entrar num acordo, a pagar royalties. Mas eles não quiseram conversa.”

Na decisão, contudo, o juiz Luiz Henrique Lorey afirma: “No caso dos autos, há coerência entre os fatos narrados na petição inicial e os fartos documentos encartados, pois os autores são os atuais detentores dos direitos autorais relacionados à série Star Wars, bem como existem indícios contundentes acerca do uso indevido, pela requerida, de nomes, imagens e personagens ligados diretamente à série mencionada, para fins comerciais, violando-se, em tese, a legislação correlata, notadamente os arts. 28 e 29, da Lei nº 9.610/98.” Com ou sem sabre de luz, a luta promete ir longe. 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Para curtir o melhor de São Paulo!
Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.