Clique e assine por apenas 6,90/mês

COMER & BEBER 2016/2017: pastéis

Confira a seleção dos melhores endereços dessa categoria

Por Fábio Galib, Jennifer Detlinger e Mônica Santos - Atualizado em 27 Dec 2016, 15h09 - Publicado em 21 Oct 2016, 23h00

A edição especial VEJA COMER & BEBER São Paulo reúne 200 endereços de comidinhas. Abaixo, quatro boas pastelarias:

Pastel da Maria: na feira do Pacaembu, onde tudo começou, a japonesa Maria Kuniko Yonaha monta a barraca em três dias da semana — às terças, quintas e sextas. Nos demais dias, ela percorre feiras em outros bairros da cidade. O salgado de massa crocante e recheios bem feitos também é vendido em nove lojas da marca. Carne, queijo e pizza saem por R$ 6,00 cada um. Já a versão chamada russa, com estrogonofe de carne, mussarela e batata palha, custa R$ 8,50. Um potinho de vinagrete acompanha os pedidos.

A Pastella: do ano passado para cá, a rede sofreu algumas mudanças. Em dezembro, inaugurou uma filial no MorumbiShopping e mudou a matriz da Chácara Santo Antônio para o número 61 da mesma rua. A loja de Moema não faz mais parte da marca e desde o começo de fevereiro se chama Fazz. Os ótimos pastéis, no entanto, não sofreram alterações e continuam com massa sequinha e crocante. Fuja de sabores triviais para montar seu próprio recheio. Basta marcar três ingredientes em uma ficha, além de um tempero — eles estão divididos em oito grupos, e o preço do salgado é definido pelo item mais caro da lista. São boas combinações carne-seca mais tomate seco, mussarela de búfala e manjericão (R$ 15,90) e camarão com catupiry, alho-poró e orégano (R$ 15,90).

Yoka: nos fins de semana, é missão das mais difíceis conseguir uma mesa no salão. Mas ninguém parece se importar de abocanhar os pastéis de massa sequinha em pé mesmo, junto ao balcão. A maioria dos clientes vai de sabores mais comuns, como carne e queijos branco ou mussarela (R$ 6,50 cada um), mas há pedidas bem curiosas — uma delas mistura tofu, cogumelo shiitake, massa de peixe e cebolinha (R$ 9,80). Para a sobremesa, pastenoli (R$ 4,00). Trata-se de um docinho bem semelhante ao clássico italiano, só que o canudo é feito com massa de pastel envolta em uma fina camada de açúcar e canela antes de receber o recheio, que pode ser de baunilha.

Continua após a publicidade

+ Comidinhas: os eleitos de VEJA COMER & BEBER 2016/2017

Yokoyama: fundado em 1967, o endereço preserva até hoje o salão simplão, no qual gente de toda a cidade se acomoda para comer ótimos pastéis. Carne, palmito, queijo branco e mussarela saem a R$ 6,50 cada um. Pizza, bauru e frango são mais caros (R$ 8,50 a unidade) e a versão de bacalhau custa caros R$ 15,00. Mas qualquer que seja a escolha, raramente ela desagrada. Outra friturinha de respeito é a coxinha (R$ 8,50), com recheio de frango pedaçudo e massa de batata que, de tão leve, mais parece um purê arrematado por uma casquinha lisa e dourada.

Publicidade