Clique e assine por apenas 6,90/mês

Bráz é eleita a melhor pizzaria de Campinas

Coberturas clássicas e saborosas garantem a invencibilidade da casa

Por Miguel Icassatti - Atualizado em 14 Feb 2020, 16h02 - Publicado em 28 May 2018, 18h41

Para quem visitou ao menos uma vez qualquer um dos nove estabelecimentos da rede espalhados por São Paulo, Rio de Janeiro e Campinas, a sensação é de estar chegando a um porto conhecido e seguro. Os salões retrô bem iluminados, amplos, com pé-direito alto e o forno a lenha, assim como a gentileza dos garçons e maîtres, são um ativo imutável de todos os endereços. Também há o balcão de bar, que fica num canto ou no meio do salão — caso da unidade campineira, que conta ainda com um amplo terraço de espera —, de onde sempre sai um excelente chope (R$ 9,00 a caldeireta). O principal atrativo da casa, contudo, são as pizzas, que mantêm a filial de Campinas imbatível desde a primeira edição de VEJA COMER & BEBER, em 2004. O cardápio tem como base dez receitas tradicionais e o dobro de “especiais da Bráz”, que são as criações renovadas com frequência. A carbonara tem nova apresentação para a combinação de mussarela, panceta em cubos, ovo cozido, grana padano, pecorino e pimenta-do-reino ralada na hora (R$ 86,00). Também com a base de queijos, a paulistana mistura mussarela e queijo defumado com tomate e lascas de azeitona preta (R$ 85,00). A affumicata, por sua vez, dispensa o molho de tomate. Inclui tomate-caqui, mussarela, mussarela de búfala defumada, sálvia, alecrim e azeitona preta (R$ 82,00). E a caprese é daquelas coisas que nos cativam já pelo olhar: base de mussarela sobre a qual são dispostos fatias de tomate-caqui, mussarela de búfala, folhas grandes de manjericão e pesto de azeitona preta (R$ 88,00) — a campeoníssima. Rua Benjamin Constant, 1963, Cambuí, ☎ 3251-4444 (280 lugares).18h30/0h (sex. e sáb. até 1h). Aberto em 2003. $$

2º lugar: Maremonti

3º lugar: San Luca

Publicidade