Imagem Blog

O Sexo e A Cidade

Por Blog Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Histórias, novidades e estratégias dos empresários do mercado erótico em São Paulo
Continua após publicidade

Mulheres casadas declaram ter 69% mais orgasmos com amantes

Segundo pesquisa, 43% das entrevistadas dizem que a maior barreira para alcançar o ápice é a falta de esforço do parceiro

Por Redação VEJA São Paulo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 10 ago 2017, 17h51 - Publicado em 10 ago 2017, 11h38

Será que o “nogasm”, termo para sexo sem orgasmo, está levando as mulheres à traição? O principal site de relações extraconjugais do mundo, Ashley Madison, quis saber o que acontece no quarto das pessoas casadas para ver se isso é o que está levando as mulheres a pularem mais a cerca. No último mês, o site entrevistou mais de 1 300 membros para descobrir a qualidade do sexo com o cônjuge versus com o amante, com que frequência as mulheres apelam para o “fauxgasm”, fingir ter um orgasmo.

Quando perguntadas se seus maridos eram capazes de fazê-las gozar, 49% das mulheres entrevistadas disseram que isso acontecia “às vezes” ou “raramente”. No entanto, 83% disseram que conseguem gozar com seu parceiro extraconjugal e, quando perguntadas sobre a frequência, mais da metade, 59%, alegou ter um orgasmo “sempre” ou “a maior parte do tempo” com seu amante.

De acordo com os dados, 43% das moças entrevistadas disseram que a maior barreira para alcançar um orgasmo é a falta de esforço de seu parceiro. Quando perguntadas mais especificamente por que seus maridos não conseguem fazê-las gozar, o maior problema identificado é que seu parceiro está muito focado em si (29%), seguido do sexo sendo muito confortável/falta de excitação (28%) e uma ausência de atração/não sendo capaz de criar o clima (24%).

Parece que uma relação extraconjugal faz com que o tesão flua novamente com 62% garotas, dizendo que a principal razão pela qual elas gozem mais com um amante é porque eles se concentram mais no prazer da mulher, e não no próprio. A atratividade do amante ocupa o segundo lugar (46%).

Continua após a publicidade

O que é que as mulheres mais desejam? Bem, 70% das mulheres entrevistadas disseram que têm orgasmos mais frequentemente durante o sexo oral e 70% dizem que é mais provável gozarem à noite e não pela manhã.

Quando perguntadas sobre fingir um orgasmo, 28% das mulheres entrevistadas dizem que nunca fingiram, embora 45% dos homens pensem que sua parceira tenha fingido ter tido um orgasmo antes. Quando perguntados, 45% dos homens entrevistados afirmam que, se soubessem que sua parceira estava fingindo, estariam determinados a descobrir onde estavam errando, para que pudessem se tornar uma companhia melhor.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.