Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Jovem que ficou tetraplégico após acidente ‘caminha’ com a noiva ao altar

O rapaz, da Florida, nos Estados Unidos, sofreu uma lesão na medula espinhal e, desde 2010, precisa de uma cadeira de rodas após ficar tetraplégico

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 5 fev 2020, 14h11 - Publicado em 27 abr 2018, 17h13

Há 8 anos, Chris Norton, de 26 anos, sofreu um terrível acidente enquanto jogava futebol americano. O rapaz, da Florida, nos Estados Unidos, sofreu uma lesão na medula espinhal e, desde 2010, usar cadeira de rodas por ter ficado tetraplégico. Quase uma década depois, o jovem atleta emocionou amigos, familiares e internautas ao caminhar com sua futura esposa até o altar.

A jornada até o altar, no entanto, não foi nada fácil. Após sofrer o acidente em 2010, Chris retornou à faculdade em 2011 em um processo de recuperação que será mantido durante toda a vida do rapaz. Ainda na universidade, ele começou a trabalhar com a Chris Norton Foundation, um instituição de caridade que ajuda outras pessoas que sofrem com deficiências físicas após acidentes dolorosos.

Além das questões físicas, Chris também tinha medo que de jamais encontraria sua “alma gêmea” após o acidente. O jovem tinha o sonho de começar uma família. Em 2013, ele tentou a sorte em sites de namoro on-line. Foi por meio do serviço que ele conheceu Emily Summer, hoje com 25 anos de idade. A jovem trabalhava com uma entidade que ajudava indivíduos em recuperação contra abusos na infância. A conexão foi imediata — e foi a mulher quem ajudou o namorado a encontrar uma instituição onde ele pudesse reconquistar um pouco de sua força e autonomia no dia a dia. “Eu fiquei extremamente atraída por ele e pela história dele, e como ele se recusava a desistir. Foi assim que nós nos conectamos“, explicou a noiva.

Chris pediu Emilly em casamento em maio de 2015. Agora, três anos depois, a recém-casada ajudou o marido a “caminhar” até o altar, enquanto convidados aplaudiam. “É incrível ver como ele é motivado. Quando ele está determinado a fazer algo, ele faz. É por isso que eu me apaixonei por ele“, contou Emily. “Quando eu a vi… eu comecei a chorar. Eu sou muito abençoado e muito sortudo. Essa é a minha noiva, e nós vamos nos casar. Fiquei muito emocionado. Muito agradecido. Tudo foi perfeito“, contou Chris sobre a cerimônia.

Continua após a publicidade

O acidente me levou até ela, e essa é a minha maior benção. Eu estava esperando por aquela mulher que fizesse com que eu me sentisse vivo e alguém com quem eu quisesse passar o resto da minha, e lá vem a Emily. Eu sabia que ela era a pessoa certa“. Nesta quinta (26), Chris compartilhou a história da ‘caminhada’ em seu Facebook: “Esta caminhada não é sobre o ato físico de caminhar, é sobre não deixar os seus desafios e fracassos te deixarem para baixo. É sobre como nós somos mais fortes com amor, e é sobre confiar em Deus quando você se sente desesperançoso“. Confira: 

O jovem também compartilhou imagens do documentário 6 Metros: A História de Chris Norton, que conta a história de superação do rapaz. “O filme captura tudo que aconteceu entre o pior dia da minha vida, 16 de outubro de 2010, até o melhor dia da minha vida, 21 de abril de 2018. De ouvir que eu tinha apenas 3% de chances de mexer qualquer coisa abaixo do meu pescoço até caminhar com a minha esposa após o nosso casamento“. Assista: 

As informações são do The Daily Mail.

Dê sua opinião: E você, o que achou da história de Chris Norton? Deixe seu comentário e aproveite para curtir a nossa fanpage no Facebook!

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês