Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Jô Soares: por onde anda o apresentador de 84 anos

Ícone da televisão brasileira, o também escritor e humorista faz raras aparições; em 2019, chegou a estrear uma peça em São Paulo

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 8 fev 2022, 18h24 - Publicado em 7 fev 2022, 15h50

Desde o fim do Programa do Jô, na TV Globo, em 2016, o apresentador, escritor e humorista José Eugênio Soares, o Jô Soares, está longe dos holofotes. Sua última aparição em um programa de televisão foi em 2020, quando concedeu entrevista ao Provoca, da TV Cultura, com Marcelo Tas. Ele tem 84 anos, completados no último dia 16 de janeiro.

+ Com mensagem para Silvio Santos e emoção, despedida de Jô Soares comove a web

Tas perguntou se Jô tinha alguma tristeza por estar fora da televisão. “Eu acho que consegui fazer a minha carreira no período correto. Quando eu acabei o meu programa, a televisão já estava em decadência. Não estou falando isso num sentido ruim, é uma coisa histórica”.

Na época, Jô também disse que não tinha medo da morte. “Eu não tenho medo da morte, tenho medo de ficar improdutivo. Só espero morrer ‘pá, acabou’. Fiquei com medo de ficar velho quando eu passei dos 40, depois dos 80 eu já estou acostumado”, disse o apresentador.

Hoje, Jô Soares vive em um apartamento no bairro de Higienópolis, em São Paulo.

Última aparição

Jô Soares apareceu na mídia pela última vez em 2021 ao ser vacinado contra a Covid-19 e aproveitou o momento para criticar o negacionismo contra a vacinação.

“É fundamental fazer uma campanha porque eu sei que tem gente que toma a primeira dose e não toma a segunda, eu não entendo, e tem gente que não toma a vacina. Isso é realmente uma coisa medieval”, disse em entrevista, que chegou a ser exibida no Jornal Nacional.

 (crédito: Natacha Mazzaro/ Twitter )

Jô Soares no Teatro

Em 2019, Jô Soares ficou em cartaz em São Paulo com a peça O Livro ao Vivo. Na época, o apresentador adiou a estreia da peça no Teatro Faap e antecipou o final da temporada por causa de problemas de saúde. Ele tem outros projetos para o teatro em 2022, mas eles ainda não saíram do papel.

Perda do filho

O único filho de Jô Soares, Rafael Soares, morreu em 2014 aos 50 anos, em decorrência de um câncer. Fruto do relacionamento de Jô com a atriz Theresa Austregésilo, ele sofria de autismo.

Rafael vivia com a mãe no Rio de Janeiro e, quando vinha a São Paulo, ficava no apartamento do apresentador em Higienópolis.

“Eu sofri a dor que é o pesadelo de todo pai: a perda de um filho. Ele passou a vida inteira na realidade de seu próprio mundo, com corpo de adulto e coração e alma de criança”, disse o apresentador durante o programa.

Continua após a publicidade

Morre Rafael Soares, filho do apresentador Jô Soares | VEJA SÃO PAULO

“Beijo do gordo”

Com início em abril de 2000, o Programa do Jô chegou ao fim no dia 16 de dezembro de 2016. O apresentador agradeceu a Silvio Santos por ter mudado sua vida e recebeu o cartunista Ziraldo para ser entrevistado.

+ Claudia Raia revela que Jô Soares salvou sua vida: “Gratidão imensa”

“Escolhi um convidado pra lá de especial porque além de ser uma artista genial, de reputação internacional, é recordista de vindas ao programa. Todo ano ele veio”, disse. Ziraldo já foi 24 vezes ao programa.

Ziraldo é o recordista do programa (Foto: Carol Caminha/Gshow)

Ao total, o programa teve 14.426 entrevistas realizadas com grandes nomes de diversas áreas, como PeléRoberto Carlos e Caetano Veloso. Anteriormente, Jô Soares havia tido outros programas de sucesso em outras emissoras. 

Carreira

Jô Soares é filho do empresário paraibano Orlando Heitor Soares e de Mercedes Leal Soares. Poliglota, chegou a pensar em seguir a carreira diplomática, mas acabou entrando no teatro. Além de apresentador, Jô Soares é humorista, entrevistador, escritor, dramaturgo, diretor teatral e artista plástico.

Em 1981, o programa humorístico Viva o Gordo fez sucesso na TV Globo com Jô Soares vivendo diversos personagens como o Capitão Gay (foto abaixo). Antes de ganhar seu próprio programa de humor, Jô participou de programas como Quadra de Setes (1966), Faça Humor, Não Faça Guerra (1970), Satiricom (1973) e Planeta dos Homens (1976), etc.

Há 30 anos, terminava o humorístico Viva o Gordo

Ele estreou como entrevistador em 1988, no programa Jô Soares Onze e Meia, no SBT, no ar até 1999, antes de voltar para a TV Globo e começar o Programa do Jô em 2000.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês