Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Alessandra Rodrigues - Nutrição e Bem-Estar Por Blog

TPM x alimentação

Alimentos que não são bem-vindos da TPM: • Refrigerantes: contribuem para a formação de gases e estimulam a perda de minerais, principalmente cálcio. • Café, chá preto e verde: devido à cafeína, causam irritabilidade, que já costuma ser exacerbada nesse período. • Frituras: ricas em gorduras saturadas, atrapalham a digestão e sobrecarregam o fígado, gerando dor de cabeça […]

Por VEJA SP Atualizado em 26 fev 2017, 18h23 - Publicado em 12 mar 2015, 17h46

tpm-alimentacao-nutricao

Alimentos que não são bem-vindos da TPM:

• Refrigerantes: contribuem para a formação de gases e estimulam a perda de minerais, principalmente cálcio.

• Café, chá preto e verde: devido à cafeína, causam irritabilidade, que já costuma ser exacerbada nesse período.

• Frituras: ricas em gorduras saturadas, atrapalham a digestão e sobrecarregam o fígado, gerando dor de cabeça e dificultando a metabolização dos hormônios, respectivamente.

+ Azia: saiba quais são os alimentos que podem diminuir o desconforto

• Embutidos: têm alto teor de sal, o que favorece a retenção de líquido, já fortemente presente nesse período.

• Doces: aumentam a ansiedade, o ganho de peso e a distensão abdominal que já existe nesse período uma vez que fermentam muito.

Continua após a publicidade

• Bebida alcoólica: em excesso, acelera a perda dos nutrientes além, claro, de aumentar a retenção hídrica já comum nesse período.  

Alimentos que são bem-vindos na TPM:

• Integrais: além de serem alimentos ricos em fibras que aumentam a saciedade, são fontes importantes de vitaminas do complexo B que são essenciais nesse período pois ocorre uma queda da serotonina (hormônio que aumenta sensação de bem estar).

• Leite: fonte importante de triptofano, que é um aminoácido essencial para a produção de serotonina. Além disso, é fonte de cálcio que, conforme apontam estudos recentes, tem papel importante na perda de peso.

+ Como a alimentação pode ajudar a diminuir os níveis de triglicérides

• Canela: aumenta a saciedade, reduz vontade de doce e diminui as cólicas! Dica – chá de canela em pau, gengibre e cravo. Tomar frio ou quente!

• Oleaginosas (nozes, castanhas e cia): são fontes importantes de antioxidantes e de minerais como magnésio, que também participa na produção da serotonina. Além disso, são fontes de ômegas (3 e 6) que têm propriedades antinflamatórias e ajudam a reduzir cólicas e inchaço. Mas vá com calma! Lembre-se de que estes alimentos são extremamente calóricos e por isso devem ser consumidos em pequenas quantidades.

• Linhaça: fonte de ômegas (3 e 6), que têm propriedades antinflamatórias e ajudam a reduzir cólicas e inchaço, além de melhorar funcionamento do intestino, que costuma ficar mais preguiçoso nessa fase.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)