Imagem Blog

Notas Etílicas - Por Saulo Yassuda Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Saulo Yassuda
O jornalista Saulo Yassuda cobre cultura e gastronomia. Faz críticas de bares na Vejinha desde 2014. Dá pitacos sobre vinhos, destilados e outros assuntos
Continua após publicidade

Bar Brahma é alvo de ataques e vandalismo

Confusão generalizada, registrada por vizinhos em vídeo, teve até marretada em vidro de carro

Por Saulo Yassuda Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 4 dez 2023, 14h19 - Publicado em 4 dez 2023, 12h34

O clássico Bar Brahma, instalado na esquina das avenidas Ipiranga e São João, no Centro, foi alvo de um ataque na tarde do domingo (3).

Por volta de 16h30, cerca de dez homens atiraram objetos e pedras em frente ao estabelecimento e na cabine de vallet. Os vândalos chegaram até a quebrar com uma marreta o vidro de um automóvel em frente ao lugar.

A Polícia Militar foi acionada para uma ocorrência de agressão no endereço, e os policiais apuraram “suposta tentativa de furto” em frente ao estabelecimento. O suspeito foi detido e agredido por populares, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o que levou outros suspeitos a apedrejarem o local até que o homem fosse liberado.Pessoas ligadas ao bar dizem que o suspeito de furto não foi machucado.

Policiais civis do 3° DP (Campos Elíseos) foram até o local nesta segunda (4) para solicitar as imagens de segurança e orientar os proprietários a fazerem o registro da ocorrência.

Para o grupo que administra a casa, o episódio diz respeito a cenas “claramente articuladas e ‘organizadas’ para a criação do caos e violência” (leia a nota abaixo). “Infelizmente não é a primeira vez que eles atacam o bar dessa forma”, lamentou o sócio Caire Aoas em conversa com a Vejinha.

Continua após a publicidade

Segundo a SSP, de abril a outubro houve queda de 6,1% nos furtos e de 15,2% nos roubos na região em comparação ao mesmo período do ano anterior. O número de policiais na região foi reforçado, com 120 agentes a mais diariamente.

O grupo dono do bar enviou um comunicado a respeito do episódio:

Acreditamos que o centro é o coração da nossa cidade e o Bar Brahma é um espaço de resistência com 75 anos de tradição na esquina mais famosa de São Paulo, a Av Ipiranga com a Av São João. Dessa forma, gostaríamos de evidenciar que a responsabilidade para a ocupação segura do centro é um problema de justiça, de polícia, e de cidadania, na qual precisamos de profissionais que atuem na segurança da cidade, para seus moradores e frequentadores, 24 horas, para que não se repitam cenas como essa, claramente articuladas e “organizadas” para a criação do caos e violência.
O centro é de todos e entendemos que o papel da sociedade é de cuidar do que é nosso, prestigiando os espaços culturais e estabelecimentos comerciais. O Bar Brahma se mantém mais vivo do que nunca, combatendo desilusão com esperança e cultura. Resistência também depende de as pessoas ocuparem os espaços da cidade.

O Bar Brahma é um clássico da capital paulista.

O público, composto de turistas e paulistanos, é recebido entre o almoço e o jantar sem intervalo. A frequência é mais forte à noite, quando rolam as apresentações musicais tanto na varanda quanto no salão menor chamado de esquina da MPB e no salão principal.

Leia mais em: https://vejasp.abril.com.br/estabelecimento/bar-brahma/

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Para curtir o melhor de São Paulo!
Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.