Imagem Blog

Na Plateia

Indicações do que assistir no teatro (musicais, comédia, dança, etc.) por Laura Pereira Lima (laura.lima@abril.com.br)
Continua após publicidade

Peça itinerante sobre busca de filha trans pela identidade da mãe ocupa CCSP

Texto inédito de Mica Ella Cimet estreia neste sábado (1°). Narrativa se desenrola a partir do pensamento de Diva, em três países, Brasil, México e Ucrânia

Por Júlia Rodrigues
1 jul 2022, 06h00

Uma narrativa que atravessa quase 100 anos e tem passagens em três países: Brasil, México e Ucrânia. Assim é A Mãe Morta, peça de Mica Ella Cimet que, de forma itinerante, ocupa espaços diferentes do Centro Cultural São Paulo. De maneira não linear, a condução do enredo acontece pelas memórias de Diva (Bruli Maria), filha transexual de Paloma (Luciana Schwinden), professora judia que, devido a valores de sua criação, nunca entendeu a condição de gênero da garota.

+Bianca Bin, de ‘O Outro Lado do Paraíso’, faz sua estreia nos palcos com ‘Jardim de Inverno’

Quando a matriarca morre, Diva e os quatro irmãos se reencontram e mergulham na trama das relações da família, que veio fugida da Ucrânia em 1930. É aí que Diva inicia uma busca pessoal pela identidade da mãe, que sempre foi distante dos filhos, embora amorosa com os alunos. A história de traços autobiográficos toca em temas como racismo e antissemitismo, além da transfobia. No cenário e nos adereços, véus intensificam a atmosfera onírica e, na trilha, cantigas judaicas buscam promover os estados de alegria. A direção é de Beatriz Miranda. (90min). 16 anos.

Centro Cultural São Paulo. Rua Vergueiro, 1000, Paraíso, ☎ 3397-4002. Sex. e sáb., 21h. Dom., 20h. R$ 40,00 (pessoas trans têm entrada gratuita). Até 24/7. centrocultural.sp.gov.br.

+Assine a Vejinha a partir de 9,90. 

Continua após a publicidade

Publicado em VEJA São Paulo de 6 de julho de 2022, edição nº 2796

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.