Imagem Blog

Filmes e Séries - Por Barbara Demerov

Aqui você encontra críticas, entrevistas e as principais novidades sobre o mundo do cinema e do streaming
Continua após publicidade

Animação Red: Crescer é uma Fera é mais um acerto da Pixar

Longa toca em temas complexos de maneira sutil; filme é o primeiro da produtora com uma equipe criativa formada apenas por mulheres

Por Barbara Demerov
Atualizado em 25 mar 2022, 16h34 - Publicado em 25 mar 2022, 06h00

✪✪✪ A animação Red: Crescer é uma Fera está disponível no Disney+ e é o mais recente exemplar da Pixar Animation Studios sobre como abordar temas de extrema importância para as novas gerações.

+ Indicado ao Oscar, Drive My Car é adaptação sensível de conto de Murakami

Na trama, Mei Lee é uma garota de 13 anos dividida entre continuar sendo uma filha obediente e descobrir, aos poucos, as experiências da adolescência. No entanto, sua mãe é extremamente rígida e não admite atrasos nem falhas na rotina.

Por isso, em um momento de amadurecimento e dúvidas que só essa fase da vida pode trazer, a protagonista começa a enfrentar um grande desafio: toda vez que passa por fortes emoções (como alegria ou raiva), ela se transforma em um panda vermelho gigante. Acontece que essa é uma espécie de maldição ancestral que a própria mãe de Mei Lee já vivenciou, assim como sua avó e bisavó.

A questão do panda sempre foi controlada com o aprisionamento da criatura em algum amuleto de proteção — o que é uma metáfora de que sentimentos fortes deveriam ser esquecidos. O conflito da animação passa, então, a ser uma dúvida: realmente precisamos guardar nossos sentimentos e escondê-los do mundo, ou será que é possível descobrir um equilíbrio, “abraçando” seu panda interno?

Continua após a publicidade

É interessante acompanhar a trajetória de Mei ao lado de suas três melhores amigas, que não só entendem a nova aparência da protagonista como também a respeitam sem a menor dificuldade.

Contudo, o ponto alto é o modo como o filme destaca, aos poucos, que a família também pode nos decepcionar e não está isenta de falhas. A relação de Mei com sua mãe é coberta de amor, mas possui diversos pontos de atenção desde o início do longa, e o questionamento sobre ela dar espaço ou não à sua própria voz (por mais que isso magoe a matriarca) é bastante efetivo.

Entre cenas repletas de cores, música e ação, a amizade ganha a maior atenção do roteiro e é uma das principais fontes de amor para uma jovem que está se encontrando no mundo.

Red: Crescer é uma Fera é o primeiro filme da Pixar com uma equipe criativa formada apenas por mulheres. A direção é de Domee Chi (vencedora do Oscar pelo curta-metragem Bao).

Continua após a publicidade

+Assine a Vejinha a partir de 12,90.

Publicado em VEJA São Paulo de 30 de março de 2022, edição nº 2782

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.