Imagem Blog

Carnaval SP

Por Blog
Blocos, desfiles e muito mais
Continua após publicidade

Musa do rock, Rita Lee inspira bloco com funk e axé

  Rainha do rock e ícone de estilo, a cantora Rita Lee, de 67 anos, acaba de ganhar em São Paulo um bloco carnavalesco inspirado em suas canções. O cordão  Ritaleena, que faz um trocadilho com o medicamento indicado para hiperatividade, estreará no sábado, 31 de janeiro, às 15h, na esquina da Rua dos Pinheiros […]

Por Jussara Soares
Atualizado em 26 fev 2017, 19h21 - Publicado em 12 jan 2015, 23h54
Músicas da roqueira Rita Lee serão adaptadas para o samba, axé e funk carioca no bloco Ritaleena. (Foto: Divulgalção)

Músicas da roqueira Rita Lee serão adaptadas para o samba, axé e funk carioca no bloco Ritaleena. (Foto: Divulgação)

 

Rainha do rock e ícone de estilo, a cantora Rita Lee, de 67 anos, acaba de ganhar em São Paulo um bloco carnavalesco inspirado em suas canções. O cordão  Ritaleena, que faz um trocadilho com o medicamento indicado para hiperatividade, estreará no sábado, 31 de janeiro, às 15h, na esquina da Rua dos Pinheiros com a Rua Cônego Eugênio Leite, em Pinheiros, na Zona Oeste.

Criado pela cantora Alessa Camarinha, de 31 anos, e a figurinista Yumi Sakate, de 35 anos, o grupo vai para a rua com uma banda composta por guitarra, cavaquinho, teclado e instrumentos de percussão. No repertório, estarão quarenta músicas da fase Mutantes, Tutti-Frutti e carreira solo. Todas estão sendo adaptadas para ritmos dançantes, como samba, marchinhas e ijexá. “Mania de Você”, por exemplo, ganhará uma versão de funk carioca e “Panis et Circenses” vai se transformar em axé. Canções antológicas, como “Ovelha Negra”, “Lança Perfume” e “Baila Comigo” também estão no set list.

Continua após a publicidade
A figurinista Yumi Sakate e a cantora Alessa Camarinha são as fundadoras do bloco Ritaleena. (Foto: Tati Seoane/Divulgação)

A figurinista Yumi Sakate e a cantora Alessa Camarinha: fundadoras do bloco Ritaleena (Foto: Tati Seoane/Divulgação)

A ideia de homenagear Rita Lee surgiu porque a dupla de amigas queria criar um bloco que ao mesmo tempo representasse as mulheres e a cidade de São Paulo. “A Rita é a síntese disso. As músicas delas falam muito do empoderamento feminino, e ela é a Santa Rita de Sampa”, explica Alessa.

O visual da roqueira e os personagens de suas músicas também serviram como inspiração para o bloco. “O ‘Doce Vampiro’ e a ‘Erva Venenosa’ são um convite para se fantasiar”, diz Alessa. Da época dos Mutantes, em que se apresentava com chapéu de bruxo, aos visual de camiseta de banda de rock nos anos 90, tudo pode inspirar os foliões.

Continua após a publicidade

Por enquanto, a musa ainda não foi convidada para participar do Ritaleena. “Não sabemos se ela já sabe que está sendo homenageada, mas vamos tentar avisar.”

Serviço

Ritaleena
Local: Cruzamento das ruas dos Pinheiros e Cônego Eugênio Leite – Pinheiros
Horário: 15h

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.