Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 29 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

Restaurante japonês reabre normalmente depois de arrastão

Embora tenha sofrido um arrastão na noite de ontem (o feriado de Tiradentes), o restaurante japonês Shigue, no Paraíso, já está reaberto e funcionando normalmente. Almocei lá hoje para entender o que aconteceu. Está cada vez mais difícil encarar a violência que toma de assalto São Paulo. Todo mundo se sente desamparado. + Saiba como […]

Por Arnaldo Lorençato Atualizado em 26 fev 2017, 16h58 - Publicado em 22 abr 2015, 21h08
Detalhes da fachada do restaurante: está funcionando normalmente (Foto: Arnaldo Lorençato)

Detalhes da fachada do restaurante: está funcionando normalmente (Foto: Arnaldo Lorençato)

Embora tenha sofrido um arrastão na noite de ontem (o feriado de Tiradentes), o restaurante japonês Shigue, no Paraíso, já está reaberto e funcionando normalmente. Almocei lá hoje para entender o que aconteceu. Está cada vez mais difícil encarar a violência que toma de assalto São Paulo. Todo mundo se sente desamparado.

+ Saiba como foi o assalto ao Shigue revelado por VEJA SÃO PAULO

O Shigue atende uma clientela que gosta de cozinha japonesa clássica e sua comida tem um delicioso quê de sabor caseiro. Tanto que mais de 50% de seus clientes são orientais.

Conversei com o casal de proprietários Enilva e Armando Shigueyoshi Hata. Eles e os cerca de trinta clientes que estavam na casa viveram momentos de horror com a entrada de três rapazes pouco depois das 19h.

Balcão do restaurante: movimento normal até o fim do almoço (Foto: Arnaldo Lorençato)

Balcão do restaurante: movimento normal até o fim do almoço (Foto: Arnaldo Lorençato)

A surpresa indigesta começou quando um dos integrantes bem vestidos e bem barbeados conversou com uma das garçonetes. Em vez de pedir uma mesa, ele mostrou uma arma e anunciou o assalto. Embora tenham feito isso com certa tranquilidade, começou o terror, que não deve ter durado mais de cinco minutos.

Havia gente nos dois pavimentos da casa, que reúne dois antigos sobradinhos. No piso superior, encontravam-se famílias com crianças. Todos foram obrigados a entregar seus pertences como bolsas, carteiras e celulares. Foi justamente um desses aparelhos com o GPS ligado que ajudou a polícia chegar aos assaltantes. Nada do restaurante foi roubado.

Continua após a publicidade

A única pessoa agredida fisicamente com dois socos foi Hata, que além de dono da casa é também o sushiman. Como as demais pessoas que estavam por lá, foi posto de joelhos durante a ação criminosa. Funcionários que estavam na cozinha, felizmente, conseguiram sair por uma porta de serviço sem ser percebidos e avisaram a polícia. Uma pessoa que estava no piso superior também anotou a placa do veículo usado para cometer mais este crime — sim o carro era roubado.

Com todas essas informações, os assaltantes foram perseguidos por viaturas da polícia até a Rua 13 de Maio, na Bela Vista, o famoso Bixiga. Uma fuga cinematográfica com troca de tiros. No trajeto, um dos marginais foi alvejado e o veículo roubado de um estacionamento acabou se chocando com um poste. Saldo triste esse, com a morte do homem baleado, uma dura lição para quem está do lado oposto da lei.

A vida segue. Esse crime foi registrado no 78º DP e todos os bens foram recuperados. Espero que seja um caso isolado e a onda de arrastões tenha terminado.

Deixo aqui uma recomendação. Não fique em casa. Vá ao Shigue e a outros restaurantes. O cidadão tem o direito de ocupar as ruas, caminhar pela cidade e se divertir. Mais do que isso ter sua segurança garantida.

Clique aqui para saber algumas sugestões que você pode comer no Shigue:

#gallery-3 {
margin: auto;
}
#gallery-3 .gallery-item {
float: left;
margin-top: 10px;
text-align: center;
width: 33%;
}
#gallery-3 img {
border: 2px solid #cfcfcf;
}
#gallery-3 .gallery-caption {
margin-left: 0;
}
/* see gallery_shortcode() in wp-includes/media.php */

Obrigado pela visita. Aproveite para deixar seu comentário, sempre bem-vindo, e curtir a minha página no Facebook. Também é possível saber as novidades pelo Twitter.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Edições da VejaSP liberadas no App Veja de maneira imediata

a partir de R$ 12,90/mês