Imagem Blog

Blog do Lorençato

Por Arnaldo Lorençato
O editor-executivo Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há mais de 30 anos. De 1992 para cá, fez mais de 16 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista é professor-doutor e leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie
Continua após publicidade

Dare, no Bom Retiro, serve pratos coreanos baratos; leia crítica

É preciso vencer alguns lances de escada para provar as pedidas orientais, já que no térreo há um quilo

Por Arnaldo Lorençato Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 20 jan 2022, 14h13 - Publicado em 8 mar 2019, 06h00

Um dos bairros mais singulares da capital, o Bom Retiro é conhecido por ter abrigado diferentes levas de imigrantes. Em tempos mais remotos, a região concentrava espanhóis e italianos, depois foi ocupada por judeus da Europa Central e do Leste Europeu e, há algumas décadas, é conhecida por receber uma crescente população do Extremo Oriente.

Os coreanos que lá chegaram transformaram as feições desse pedaço da cidade, em especial as feições gastronômicas. Entre os restaurantes, o Dare chama atenção. O amplo salão tem suas peculiaridades. Seu térreo é ocupado por um quilo dedicado a receitas brasileiras e japonesas.

Mul neng myun: versão de sopa gelada, feita com com uma massa de trigo-sarraceno e batata num caldo agridoce de carne com fatias de músculo, ovo, pepino e nabo (Clayton Vieira/Veja SP)

Vale a pena vencer o lance de escadas que leva ao piso superior para provar sugestões clássicas da Coreia do Sul, a maioria delas feita para agradar dragões, tamanha a dose de pimenta vermelha com que são condimentadas.

Continua após a publicidade

Em vez de descrever esses apetitosos incêndios no prato, começo por uma sopa fria nada picante, já que o molho de vinagre e a mostarda apimentada vêm à parte. É a mul neng myun (R$ 40,00), feita com uma massa de trigo-sarraceno e batata num caldo agridoce de carne com fatias de músculo, ovo, pepino e nabo, um antídoto para esse calorão. Detalhe a prestar atenção, o macarrão fino chega bem grudado, na companhia de uma tesoura para cortá-lo. Além de divertida, a operação facilita saborear a pedida.

Outra sugestão muito apreciada é o bul go gui (R$ 48,00), churrasco de contrafilé cortado em tiras finas ao molho agridoce servido junto de arroz sem tempero.

Seleção de petiscos: mudam diariamente e pode conter panquequinha de vegetais, peixinhos secos, gelatina de castanha, abobrinha apimentada e kimchi (Clayton Vieira/Veja SP)

Empolga bem menos a pescada grelhada (R$ 45,00), que, embora crocante e úmida, era pobre em sabor. Regar com o limão que vem junto ajuda.

Todos os pratos chegam acompanhados de uma seleção de petiscos, que podem mudar diariamente, estão inclusos no preço e fazem papel de couvert: panquequinha de vegetais levemente gordurosa, peixinhos secos, gelatina de castanha, abobrinha apimentada e o ardido kimchi, a acelga fermentada com pimenta seca.

Avaliação: BOM (três estrelas)

Continua após a publicidade

Clique para conferir o cardápio:

Cardápio (Divulgação/Divulgação)

 

 

 

 

 

 

 

Valeu pela visita! Volte sempre e deixe seu comentário. Aproveite para curtir minha página no Facebook e minhas postagens no Instagram. As novidades quentes aparecem também no meu Twitter.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.