Imagem Blog

Blog do Lorençato

Por Arnaldo Lorençato
O editor-executivo Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há mais de 30 anos. De 1992 para cá, fez mais de 16 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista é professor-doutor e leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie
Continua após publicidade

Chef Benon, premiado como o melhor árabe, renova o cardápio

Saiba detalhes dos novos itens do menu, que tem até um doce que lembra uma paçoquinha cremosa

Por Arnaldo Lorençato Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 15 abr 2023, 11h03 - Publicado em 14 abr 2023, 06h00

Caçula dos dois filhos de Benon Chamilian, dono do Chef Benon, melhor restaurante árabe da cidade, Antoni Chamilian vai assumindo o lugar que era exclusivamente do pai na casa. Na última visita que fiz ao endereço da Vila Sônia, foi ele quem apresentou os novos pratos do cardápio.

Porção de mini quibes de peixe em prato de porcelana, sobre mesa de madeira, com cunhas de limão
Quibe de peixe: versão míni e frita (Arnaldo Lorençato/Veja SP)

São recém-chegadas receitas como o quibe de peixe em versão míni e frita, que serve como um delicioso aperitivo (R$ 28,00, seis unidades). Também é novidade a mussakaa (R$ 40,00; escrita dessa forma). “Em árabe é uma palavra feminina que significa fria. Fazemos como uma espécie de caponata com berinjela, tomate, cebola e grão-de-bico e servimos fria”, explica o jovem cozinheiro.

Prato azul de porcelana contendo mussaka
Mussakaa: com berinjela, tomate, cebola e grão-de-bico (Arnaldo Lorençato/Veja SP)

As inclusões se estendem às sobremesas. “Aprendi com minha tia que vive no Líbano uma versão do halawi (R$ 13,00, doce de gergelim) que lembra uma paçoca cremosa para comer de colher”, descreve a guloseima de dar água na boca, especialmente se saboreada ao lado de um café árabe com cardamomo (R$ 7,00).

Continua após a publicidade
Potinho de porcelana contendo doce cremoso de gergelim
Halawi: versão cremosa para comer de colher (Arnaldo Lorençato/Veja SP)

Chef Benon
Rua Nilza Medeiros Martins, 21, Vila Sônia, telefone 3739-3661, telefone e WhatsApp 98823-2101
Tem acessibilidade
chefbenon.com.br
Aberto em 2012

Publicado em VEJA São Paulo de 20 de julho de 2022, edição nº 2798

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.