Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

São Paulo registra panelaço contra discurso de Bolsonaro nesta terça (7)

Presidente compareceu ao ato a favor do governo federal na Avenida Paulista

Por Redação VEJA São Paulo 7 set 2021, 20h17

Moradores da capital paulista fizeram um panelaço contra o discurso do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na noite desta terça-feira (7), após manifestações a favor do governo na Avenida Paulista.

Durante o discurso, Bolsonaro atacou o sistema eleitoral brasileiro e integrantes do STF, além de governadores e prefeitos que tomaram medidas de combate a Covid-19.

O panelaço foi registrado em bairros como Bela Vista, Santa Cecília e Campos Elíseos, na região central da capital paulista, Vila Madalena e Vila Leopoldina, na Zona Oeste, Vila Mariana e Paraíso, na Zona Sul da cidade. Também foram registrados gritos contra o presidente.

Entre os ministros do STF, Alexandre de Moraes foi o mais criticado pelo presidente. “Ou esse ministro [Alexandre de Moraes] se enquadra ou ele pede para sair. Não se pode admitir que uma pessoa apenas, um homem apenas turve a nossa liberdade. Dizer a esse ministro que ele tem tempo ainda para se redimir, tem tempo ainda de arquivar seus inquéritos. Sai, Alexandre de Moraes. Deixa de ser canalha. Deixa de oprimir o povo brasileiro, deixe de censurar o seu povo. Mais do que isso, nós devemos, sim, porque eu falo em nome de vocês, determinar que todos os presos políticos sejam postos em liberdade”, disse. Bolsonaro é alvo de cinco inquéritos no Supremo e no Tribunal Superior Eleitoral e Moraes será presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no próximo ano.

Continua após a publicidade

Publicidade