Continua após publicidade

São Paulo é a sexta capital mais verticalizada do Brasil

Na metrópole paulistana, menos de 30% dos imóveis são apartamentos

Por Redação VEJA São Paulo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 20 set 2018, 16h48 - Publicado em 20 set 2018, 16h42

Um levantamento realizado pelo Grupo Zap apontou que Porto Alegre é a capital mais edificada do Brasil, com 47% das construções verticalizadas. O ranking traz ainda Vitória (ES, 43%,) Rio de Janeiro (RJ, 38%), Florianópolis (SC, 38%) e Belo Horizonte (MG, 33%). Ao contrário do muita gente imagina, São Paulo, com seus arranha-céus, aparece apenas na sexta colocação, com 28% de moradias edificadas.

No levantamento das não-capitais, Santos (SP) se apresenta com 63%, seguida por Balneário Camboriú (SC), com 57% e Niterói (RJ), com 42%. Entre as dez primeiras nesse segmento, seis estão localizadas em áreas litorâneas.

Quando o estudo aponta a quantidade total de apartamentos, independente do tamanho dos prédios, ninguém bate São Paulo, que possui mais de 1 milhão de moradias em edifícios, seguida por Rio de Janeiro (806 000), Belo Horizonte (251 000) e Porto Alegre (237 000). “A importância econômica das grandes capitais do Brasil reflete os altos investimentos realizados em moradia, e consequentemente a elevada quantidade absoluta de apartamentos”, afirma Sérgio Castelani, economista do Grupo Zap e um dos responsáveis pelo estudo.

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.