Novas casas agitam a cena gastronômica de Santos

Novidades apostam em hambúrgueres caprichados, galettes francesas e drinques servidos em copos curiosos

Com a chegada da temporada de calor, o litoral se transforma. Só em Santos, por exemplo, cerca de 2,5 milhões de visitantes são esperados até o fim do Carnaval. Esse mar de gente pode ser sinônimo de trânsito caótico e praias lotadas, mas também representa uma bela oportunidade de negócio, agarrada com afinco pelos empresários da região.

Dos quase 300 estabelecimentos que abriram as portas ali em 2017, ao menos uma dezena se destaca por fugir dos manjados petiscos de praia e apostar na pegada “gourmet”.

É o caso do Tapa, há um mês em funcionamento na Rua Azevedo Sodré, uma das vias mais nobres da cidade. Os irmãos Patricia e Marco Timm mais o amigo Marcos do Valle investiram 500 000 reais para transformar um imóvel da família no bar espanhol, que tem porção de croquetas de jamón (17 reais) e jarra de sangria (54 reais) no menu. “Não é mais preciso sair daqui para achar opções além das tradicionais”, afirma Patricia.

O salão moderninho do Arapuka Gastrobar

O salão moderninho do Arapuka Gastrobar (André Mello/Veja SP)

Ainda na seção etílica, o Arapuka Gastrobar, especializado em gim, coleciona filas desde a abertura, em setembro. Drinques em recipientes curiosos, como uma minibanheira, são o maior atrativo. “Nós nos inspiramos em bares paulistanos”, diz o empresário Adrio Largacha.

No calçadão, o quiosque Cinza Beach Club propõe horário especial para janeiro. “Funcionamos 24 horas”, conta o advogado Rodrigo Guedes, um dos quatro sócios. “Tivemos de contratar também dez funcionários extras.” Eles gastaram 25 000 reais para trazer dos Estados Unidos uma máquina que mantém a cremosidade do açaí, oferecido a 15 reais. Há ainda churrasco (70 a 105 reais o corte) e hambúrgueres, feitos com carne do açougue de luxo deBetti Dry Aged, localizado no bairro Cidade Jardim.

A pedida fez sucesso e ganhará na terça (16) uma casa própria, a CinzaBurguer, tocada em parceria com o restaurante mexicano santista Guadalupe. Os sandubas custam entre 18 e 30 reais.

Apostando na mesma receita, o ex-gerente de marketing da Unisantos Fernando Russell abriu as portas do Seven Kings Burgers n’Beers em novembro. O negócio foi impulsionado pela sua participação no programa Mais Você, da Globo, no qual se consagrou campeão de uma competição de hambúrguer. O lanche vencedor é o mais caro da carta: sai por 55 reais e leva 125 gramas de queijo camembert empanado, bacon caramelado e maionese verde.

A sangria (54 reais) do Tapa: longe dos típicos petiscos caiçaras

A sangria (54 reais) do Tapa: longe dos típicos petiscos caiçaras (Divulgação/Veja SP)

A fama televisiva também impulsionou o chef Dário Costa, à frente do Madê. Depois de participar do MasterChef Profissionais, da Bandeirantes, ele decidiu mesclar referências de países onde cozinhou, como Indonésia e Itália, para criar quinze opções diárias com ingredientes frescos. “Os santistas não curtiam experimentar novos sabores, mas ganhei a confiança deles com o programa”, acredita Costa.

Após dois anos de obras, o restaurante Bublet Casual Food, que tem como sócio um dos donos da tradicional pizzaria Van Gogh, começou a funcionar em novembro, com aperitivos para compartilhar e clássicos da coquetelaria internacional.

O chef Dário Costa, do restaurante autoral Madê

O chef Dário Costa, do restaurante autoral Madê (Divulgação/Veja SP)

Outro sabor que chega à cidade é o da galette, um crepe francês de trigo-sarraceno feito no Le Lis pelo chef João Souza, que já teve dois restaurantes em São Paulo, o Sarrasin e o Ami Crêperie. “Resolvi descer a serra porque a gastronomia está crescendo por aqui”, justifica. O espaço de 500 metros quadrados ganhará no fim de março uma área de empório e um café.

Arapuka Gastrobar. Rua Azevedo Sodré, 123, Gonzaga, ☎ (13) 3301-3009. 17h/0h (sex. e sáb. até 1h; fecha seg.);
Bublet Casual Food. Avenida Floriano Peixoto, 216, Pompeia, ☎ (13) 3301-0222. 17h/0h (sex. e sáb. até 0h30; fecha seg.);
Cinza Beach Club. Avenida Vicente de Carvalho, s/nº, quiosque 4, Boqueirão, ☎ (13) 3301-3935. 24 horas;
CinzaBurguer. Rua Tolentino Filgueiras, 81, Gonzaga, não tem telefone. 17h/1h;
Le Lis. Praça Fernandes Pacheco, 34, Gonzaga, ☎ (13) 3284-8375. 19h/23h (fecha dom. e seg.);
Madê. Rua Minas Gerais, 93, Boqueirão, ☎ (13) 3288-2434. 11h30/15h e 19h/23h30 (sex. até 0h; sáb. 12h/16h e 19h/0h; dom. 12h/16h e 19h/23h30);
Seven Kings Burgers n’Beers. Rua Lobo Viana, 22, Boqueirão, ☎ (13) 3307-3836. 11h30/14h30 e 18h30/22h (qui. e sex. até 23h; sáb. 13h/23h; dom. 13h/19h);
Tapa. Rua Azevedo Sodré, 62, Boqueirão, ☎ (13) 3234-0653. 18h/0h (qui. e sex. até 1h; sáb. 13h/1h; dom. 13h/23h; fecha seg.).

Veja também
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s