Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Por coronavírus, Unicamp suspende atividades até 29 de março

As viagens de docentes e funcionários da universidade também estão suspensas, assim como o recebimento de visitantes, alerta o documento. Saiba mais

Por Redação VEJA São Paulo 12 mar 2020, 12h03

Após a confirmação do quadro mundial de pandemia pelo novo coronavírus, a Unicamp, Universidade de Campinas, decidiu suspender até o dia 29 de março todas as suas atividades. A instituição divulgou o comunicado na manhã desta quinta-feira (12).

Serão mantidas apenas as atividades essenciais, que ainda serão definidas e informadas à comunidade pelo comitê de crise criado pela Reitoria.

Todos os órgãos da Administração Central da Unicamp deverão definir e submeter um plano de contingência ao comitê de crise ainda nesta quinta-feira (12). A área de saúde da Universidade divulgará um comunicado sobre quais atividades serão suspensas e quais serão mantidas no campus durante o período.

As viagens de docentes e funcionários da Unicamp também estão suspensas, assim como o recebimento de visitantes, alerta o documento.

Reprodução/Unicamp/Veja SP
  •  

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade