Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Bovespa desaba mais de 15% e suspende negócios pela 2ª vez no dia

Negócios foram paralisados pela primeira vez às 10h22, quando o Ibovespa caía 11,65%. Saiba mais

Por Redação VEJA São Paulo 12 mar 2020, 11h41

Principal índice da bolsa de valores brasileira, a B3 enfrenta mais um dia de fortes quedas nesta quinta-feira (12), chegando a ter negócios paralisados duas vezes na mesma sessão. O movimento acompanha os mercados externos, onde as bolsas também despencam após a decisão do presidente norte-americano Donald Trump de suspender viagens da Europa para os Estados Unidos por 30 dias, a partir de sexta-feira (13).

Às 11h12, o Ibovespa caía 15,43%, a 72.026 pontos. A pausa agora nas negociações será de 1 hora. Entre as principais quedas, os papéis da Petrobras tombavam mais de 17%. As informações são do G1.

Os negócios foram paralisados também às 10h22, quando a Ibovespa caía 11,65%, a 65.247 pontos. Foi acionado o chamado “circuit breaker”, sistema que interrompe as negociações automaticamente quando a queda supera 10%. Esta foi a terceira paralisação do pregão na semana — e a primeira vez que isso aconteceu.

Já o dólar chegou a passar de R$ 5 na abertura, mas a disparada da moeda norte-americana perdeu força após uma atuação mais forte do Banco Central com leilões de dólares em moeda à vista.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade