Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Policial militar reformado é morto a tiros no Itaim Bibi

Crime ocorreu em plena luz do dia; vítima havia acabado de sair de uma agência bancária

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 12 set 2019, 10h37 - Publicado em 12 set 2019, 10h36

O policial militar reformado Paulo Leonel de Melo, de 52 anos, foi assassinado às 14h20 da última quarta-feira (11) ao sair de uma agência bancária no bairro do Itaim Bibi, Zona Sul da capital. Segundo informações da Secretaria da Segurança Pública (SSP) do estado, o crime ocorreu na esquina das Ruas Doutor Renato Paes de Barros e Tenente Negrão.

Câmeras registraram o momento em que os dois bandidos, um a pé e o outro em uma moto, abordaram Melo e um web designer de 32 anos que o acompanhava exigindo o dinheiro que foi sacado no banco. A vítima atravessava uma faixa de pedestre quando o suspeito que agiu a pé se aproximou por trás. Quando o policial virou na direção do homem, foi atingido com um tiro no pescoço.

Os criminosos fugiram de moto depois do assalto e continuam foragidos. A vítima foi levada ao Hospital São Paulo, mas não resistiu aos ferimentos. A arma do policial não foi levada pelos criminosos. O caso foi registrado no 15º Distrito Policial (Itaim Bibi), que solicitou perícia.

 

 

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade