Clique e assine por apenas 6,90/mês

Policial mata suspeito que usava arma falsa em Moema

Agente parou para colocar a capa de chuva quando foi abordado

Por Redação VEJA São Paulo - 2 dez 2017, 18h43

Por Estadão Conteúdo

Um policial militar matou um homem que o assaltou na noite desta sexta-feira, 1º, em Moema, na Zona Sul da capital. O autor do roubo utilizava uma arma de brinquedo e estava sem documentos. Até a tarde deste sábado, 2, a a identidade do suspeito ainda não havia sido descoberta pela polícia.

Segundo o relato do policial, de 34 anos, ele dirigia a motocicleta na Avenida 23 de Maio quando parou para colocar a capa de chuva. Nesse momento, o suspeito anunciou o assalto.

Apontando uma arma, ele roubou a mochila do policial. O PM reagiu e atirou no homem. Ainda de acordo com o PM, quando caiu no chão, ele viu que a arma era falsa.

O homem foi levado ao pronto-socorro, mas não resistiu. Ele não estava com os documentos de identificação. A arma do policial e a arma de brinquedo do suspeito foram apreendidos.

Foi solicitado ao policial um exame residuográfico – para absorver resíduos de disparo de arma de fogo. A perícia compareceu ao local, de acordo com a Polícia Civil.

O caso foi registrado como roubo e morte decorrente de intervenção policial no Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), que instaurou inquérito para investigação.

Continua após a publicidade
Publicidade