Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Polícia prende 17 pessoas por descarte irregular de lixo e desmate de 400 mil m²

Áreas foram localizadas na Zona Leste; operação envolvia caminhões que despejavam restos da construção civil em aterros clandestinos

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 29 nov 2021, 20h36 - Publicado em 29 nov 2021, 20h35

A Polícia Civil prendeu dezessete pessoas após flagrar o descarte irregular de restos de materiais de construção em uma área de preservação ambiental da Mata Atlântica e de mananciais, na Zona Leste da capital paulista.

O caso ocorreu na manhã desta segunda-feira (29). Os flagrantes foram realizados por agentes da 1ª Delegacia de Investigações de Infrações contra o Meio Ambiente, durante a operação Resíduos.

+ Mudança na conta de luz: entenda a nova regra para taxa municipal

Quarenta policiais civis e drones realizaram o primeiro flagrante no Parque São Rafael, na Estrada Santo André Avelino. Quatorze caminhões e uma retroescavadeira foram encontrados despejando resíduos no endereço.

A segunda operação foi no Jardim São Francisco, na área da adutora Rio Claro. Dois caminhões e três retroescavadeiras foram encontrados no local. Os presos vão responder por crime ambiental.

Continua após a publicidade

Foram solicitados exames periciais aos dois locais e as investigações prosseguem, para apurar a devastação de uma área que soma 400 000 metros quadrados, onde foi verificado o corte de árvores.

 

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade