Clique e assine por apenas 6,90/mês

Lições de Nova York

Novidades na maior cidade americana podem ser fonte de inspiração para mudanças na capital paulista

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 10 Dec 2019, 09h31 - Publicado em 10 Dec 2019, 00h10
Mariana Rosário e Raul Juste Lores: conversas sobre Nova York Arte Veja São Paulo/Veja SP
A maior cidade americana está cheia de novidades. Um minibairro erguido sobre uma plataforma que cobre um patio de manobras de trens; um centro cultural retrátil, novos parques e uma biblioteca pública em áreas que a prefeitura permitiu mais adensamento; e um campus high tech no lugar de um velho hospital, para fazer a cidade competir com o Vale do Silício e com o MIT. No podcast #SPsonha, o diretor da Vejinha conversa com a repórter Mariana Rosário sobre o que viu em sua última viagem a Nova York. A metrópole que se reergueu após o 11 de setembro e a crise financeira de 2008, que superou epidemia de crack e violência nos anos 1980 e 1990 (e até a falência da prefeitura local, nos anos 1970), tem muito a ensinar sobre boas viradas e inovação urbana.
Publicidade