Clique e assine com até 89% de desconto

Pesquisa mostra que centros esportivos não são inclusivos

Análise sobre acessibilidade para cadeirantes foi feita em 75 locais públicos

Por Maurício Xavier [com reportagem de Carolina Giovanelli, Flora Monteiro e Nathalia Zaccaro] Atualizado em 5 dez 2016, 17h45 - Publicado em 1 out 2011, 00h50

Uma pesquisa focada na acessibilidade para cadeirantes analisou 75 centros esportivos públicos da capital, entre Sescs, CEUs, clubes-escolas e ONGs. O resultado foi desanimador. “Nenhum deles tem estrutura 100% adaptada para os deficientes físicos”, afirma Jaques Haber, diretor da consultoria i.Social, que realizou a pesquisa em parceria com o Instituto Asas. Além disso, nem metade dos locais analisados oferece modalidades esportivas para quem usa cadeira de rodas.


+ Mara Gabrilli avaliou a acessibilidade das maiores casas de show

+ Experiências de paulistanos que são pais de crianças com deficiência

+ Dorina Nowill foi um símbolo para os deficientes visuais

Continua após a publicidade
Publicidade