Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Morre Paulo Egydio Martins, ex-governador de SP

Notícia foi dada por João Doria durante coletiva de imprensa nesta sexta (12)

Por Redação VEJA São Paulo 12 fev 2021, 14h45

O tucano Paulo Egydio Martins morreu aos 92 anos. Durante a coletiva de imprensa sobre a pandemia da Covid-19, o governador João Doria deu a notícia sobre o falecimento do colega de partido.

“Quero fazer um registro triste. Faleceu o ex-governador, Paulo Egydio Martins. Transmito minha solidariedade. Fiquei sentido, triste e compartilho minha solidariedade e pesar”, disse Doria.

Egydio governou o estado de São Paulo de 1975 a 1979, durante a ditadura militar. Ele foi eleito indiretamente durante o governo do general Ernesto Geisel. Na época ocorreu o assassinato do jornalista Vladimir Herzog e também do operário Manoel Fiel Filho, dentro do DOI-CODI, o órgão de repressão do regime.

Pressionado por Egydio, Geisel exonerou o general Ednardo D´Ávila Melo, que comandava o II Exército, responsável pelo DOI-CODI. Durante o governo de Paulo foram inauguradas rodovias como a dos Bandeirantes e uma das pistas da Rodovia dos Imigrantes.

 

Continua após a publicidade
Publicidade