Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Pai de garoto que caiu do 10º andar diz que tela de proteção estava rompida

Caso aconteceu na Vila Guilherme, zona norte de São Paulo; criança tinha apenas três anos

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 11 abr 2021, 18h18 - Publicado em 11 abr 2021, 18h17

Um menino de três anos caiu no último sábado (10) da janela do quarto no 10º andar de um prédio na Vila Guilherme, zona norte de São Paulo.

O pai do garoto disse à polícia que o filho entrou no cômodo onde guardavam objetos. Ele teria subido em uma cadeira que estava embaixo da janela e caído pela rede de proteção.

Os policiais investigaram o local e observaram que a rede estava rompida de um dos lados, como se estivesse se desfazendo. A informação é da Secretaria da Segurança Pública (SSP).

Ainda de acordo com a instituição, o menino foi encontrado por um funcionário do edifício em cima de um arbusto e depois foi levado pelo Corpo de Bombeiros ao Pronto Socorro Infantil do Mandaqui, às 11h30, em estado grave, mas chegou sem vida. A criança sofreu traumatismo craniano.

O caso foi registrado como morte suspeita e acidental no 20º Distrito Policial. Os celulares dos pais do menino foram apreendidos e as investigações seguem em andamento.

+Assine a Vejinha a partir de 8,90 

  • Continua após a publicidade
    Publicidade