Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Movimento faz campanha para pagar inscrições de vestibulandos na Fuvest

O Amplia faz a ponte entre estudantes e voluntários interessados em ajudar a custear a taxa de R$ 182,00 da prova

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 28 set 2021, 14h34 - Publicado em 28 set 2021, 14h33

O Movimento AMPLIA lançou no último dia 17 de setembro a campanha AmpliaUSP2021. O intuito é encontrar pessoas interessadas em apoiar inscrições no vestibular da Universidade de São Paulo, a Fuvest, financiando a taxa de R$ 182,00 para estudantes que não tenham condições de custeá-la.

Em 2021, a Fuvest recebeu cerca de 40 568 solicitações para isenção ou diminuição da taxa de inscrição. Desses, 9 972 foram atendidos e outros 30 596 foram indeferidos.

A campanha busca contemplar esses alunos que não tiveram as solicitações aceitas e não têm condições de pagar a taxa. O foco da ação são em pessoas que se declaram pretas, pardas ou indígenas.

O número de estudantes que pedem por isenção é 46% inferior se comparado com as inscrições de 2020. No início do ano, a Vejinha mostrou o impacto negativo da pandemia em jovens da rede pública e privada, com crescimento de casos de ansiedade e depressão.

Como ajudar

O AmpliaUSP tem como meta dar suporte a, pelo menos, 200 estudantes no estado de São Paulo até 1° de outubro, data de fechamento das inscrições da Fuvest. Os jovens interessados em receber o apoio devem se cadastrar neste formulário e enviar o boleto ao AMPLIA.

Os que desejam ajudar como “madrinhas” ou “padrinhos” pagando um boleto de inscrição no vestibular da USP devem se inscrever no mesmo formulário. É possível também contribuir com qualquer valor através do Pix da entidade. Empresas podem contribuir através doações ou parcerias entrando em contato com cristiano@movimentoamplia.com.br.

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade