Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Motorista atropela ciclista e foge sem prestar socorro em SP

Vítima de 28 anos era cicloativista e pesquisadora de mobilidade urbana

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 16 nov 2020, 10h52 - Publicado em 8 nov 2020, 14h42

Um motorista em uma Hyundai Tucson da cor prata, com placa de Campinas, atropelou a ciclista Marina Kohler Harkot, 28, e fugiu sem prestar socorro na madrugada deste domingo (8) na avenida Paulo VI, na Zona Oeste de São Paulo.

A vítima não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Mariana Braga, enfermeira e policial militar que estava de folga, passava pelo local logo após o crime e prestou assistência à jovem.

Marina era era cientista social pela USP (Universidade de São Paulo), cicloativista, pesquisadora de mobilidade urbana e foi coordenadora da Ciclocidade (Associação de Ciclistas Urbanos de SP), além de ter feito parte do Conselho Municipal de Trânsito e Transporte. Ela usava a bicicleta como seu principal meio de transporte.

O caso foi registrado no 14º Distrito Policial (Pinheiros).

Um ato de homenagem a Marina e de protesto contra as mortes no trânsito acontece a partir das 17h de hoje, domingo (8), na Praça do Ciclista, na região da avenida Paulista.

Continua após a publicidade

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade