Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Morre músico Alberto Marsicano, grande nome da cítara no Brasil

Aos 51 anos, possível vítima de um ataque de asma. Marsicano se apresentaria hoje, na Casa da Rosas

Por Redação VEJASAOPAULO.COM Atualizado em 5 dez 2016, 15h43 - Publicado em 18 ago 2013, 21h11

Morreu na manhã deste domingo (18), aos 51 anos, o músico paulistano Alberto Marsicano, reponsável por introduzir a cítara indiana no Brasil.

Ele estava internado no Hospital São Luis desde segunda-feira (12), vítima de um ataque de asma. Marsicano tinha uma apresentação agendada para esta noite, na Casa das Rosas. O músico ainda tinha apresentações agendadas na Fundação Ema Klabin.

Instrumentista, filósofo e escritor, Marsicano foi um dos introdutores da cítara indiana no Brasil. Em 2007, seu álbum Sitar Hendrix foi indicado ao Grammy na categoria melhor álbum de world music. 

 

Continua após a publicidade

Publicidade