Clique e assine por apenas 6,90/mês

Manifestantes pró-Bolsonaro comemoram na Avenida Paulista

Com bonecos do presidente eleito, bandeiras do Brasil e camisetas verde-amarela, milhares de pessoas lotam a principal via da cidade

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 28 Oct 2018, 23h43 - Publicado em 28 Oct 2018, 20h49

No início da noite deste domingo (28), quando começou a contagem dos votos, milhares de apoiadores do presidente eleito Jair Bolsonaro se reuniram em frente ao Museu de Arte de São Paulo (Masp).

Por volta das 20h30, as duas pistas da Avenida Paulista foram fechadas naquela altura. Um carro de som tocou “O Tema da Vitória”, que ficou conhecido para marcar as vitórias de Ayrton Senna, na Fórmula 1.

Com camisetas da seleção brasileira, os apoiadores de Bolsonaro cantaram o hino do Brasil. Vários ambulantes aproveitaram a festa para vender camisetas verde-amarela e bonecos do próximo presidente.

Camelô vende boneco com desenho do presidente eleito Reprodução/Veja SP

Por volta das 19h, houve um início de tumulto. Alguns arremessaram garrafas de plástico em direção aos bolsonaristas e objetos contra a polícia. A PM fez uso de bala de borracha. Houve um principio de confusão, empurrões e correria.

Continua após a publicidade

Desde o início da tarde, um grupo de jovens apoiadores do PT estava concentrado no local, onde também ocorria uma feira de antiguidade. A partir das 17h, eleitores de Bolsonaro começaram a se concentrar na Avenida Paulista e, principalmente, na frente do museu.

No início, as provocações se resumiam a gritos de “ele não”, “fascistas” ou “fora petista” e “PT lixo”. Com o anúncio da vitória de Bolsonaro, a animosidade entre os grupos cresceu e então os homens tropa de choque se colocaram entre os dois grupos. A PM tentou agir para abrir caminho e tirar o grupo de apoiadores do PT do local, enquanto alguns bolsonaristas pediam para deixá-los cercados atrás do Masp.

Após a confusão, os adeptos do PT foram retirados do local. A festa dos bolsonaristas continuou.

Abaixo, um vídeo com um trecho da comemoração:

Continua após a publicidade

Publicidade