Clique e assine por apenas 6,90/mês

Mãe confessa assassinato do filho de 19 anos em Ribeirão Preto

Segundo informações do jornal 'A Cidade', ela afirmou ter matado o filho a facadas no dia 29 de dezembro com a ajuda do marido

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 11 jan 2017, 21h37 - Publicado em 11 jan 2017, 21h22

A gerente Tatiana Lozano Pereira confessou na tarde desta quarta (11) ter matado o filho de 19 anos em Cravinhos, região metropolitana de Ribeirão Preto. O crime foi registrado pela Polícia Civil.

Segundo informações do jornal A Cidade, ela afirmou ter matado o filho a facadas no dia 29 de dezembro com a ajuda do marido, padrasto de Itaberlly, que incendiou o corpo em um canavial. A justificativa para o crime, segundo ela, é que o jovem usava drogas e “levava homens para casa”.

0212
Itaberlly com a mãe, o irmão cacula e o padrato (Reprodução/Facebook)

No sábado (7), foi encontrado um cadáver carbonizado que poderia ser do rapaz. O boletim de ocorrência do desaparecimento só teria sido registrado pela família na segunda (9). Os dois trabalhavam juntos em um supermercado. Ainda segundo o jornal, o depoimento diz também que Itaberlly ameaçava de morte os familiares.

Ambos tiveram a prisão temporária decretada por homicídio duplamente qualificado e ocultação de cadáver.

Publicidade